OUÇA AO VIVO

Início SAÚDE Covid-19: Decreto Nº 40.326, que fecha atividades não essenciais em Chapecó é...

Covid-19: Decreto Nº 40.326, que fecha atividades não essenciais em Chapecó é publicado

Veja o decreto na íntegra

|

Foto: Reprodução/ClicRDC

Foi publicado na tarde deste sábado (27), o Decreto Municipal Nº 40.326, que fecha as atividades não essências em Chapecó, até o domingo (7). Conforme a Administração Municipal, a medida com o ‘lockdown parcial’ entra em vigor no próximo domingo (28). As novas determinações foram divulgadas pelo prefeito João Rodrigues, após o município bater o recorde no número de mortes por Covid-19 nas últimas 24h.       

Veja o decreto na íntegra:

d40326

Situação em Chapecó

No boletim divulgado neste sábado, Chapecó confirmou mais 15 mortes pela Covid-19. Agora, o município já soma 263 óbitos pelo novo coronavírus.

Chapecó está com 5.311 casos ativos de coronavírus. Esse é o maior número de casos ativos desde o início da pandemia. No total, 24.915 casos confirmados de coronavírus. Destes, 19.341 são considerados recuperados. No município, 1.124 pessoas aguardam resultados de exames- são casos suspeitos.

A rede de saúde de Chapecó registrou o maior número de internações dos últimos tempo -ao atingir 322 internados. Do total, 96 estão em leitos de UTI Covid – 64 na rede pública e 32 na Unimed. Há 125 pessoas internadas em leitos de enfermaria, 66 na rede pública e 59 na rede privada. No município, tem ainda 101 pessoas internadas em outros setores – 86 na rede pública e 15 na rede privada.

Cuidados

A orientação dos profissionais da área da saúde é para que as pessoas mantenham o distanciamento social. Também usem máscara e álcool em gel. As pessoas diagnosticas com Covid-19 ou que estão com suspeita da doença devem ficar isoladas, para não transmitir o vírus – que já causou a morte de 248 chapecoenses.

O sistema de saúde está colapsado, conforme é divulgado diariamente pelos profissionais. Já falta leitos para atender pacientes com Covid-19. Mais de 140 pessoas do Oeste precisaram ser transferidas para outros municípios catarinenses por falta de leitos nos hospitais da região, segundo dados divulgados na segunda-feira.

122,811FansLike
41,652FollowersFollow
61,413FollowersFollow
3,090SubscribersSubscribe