Deputada federal pede a instalação de uma escola cívico-militar no Oeste de SC - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Deputada federal pede a instalação de uma escola cívico-militar no Oeste de SC

Caroline De Toni falou sobre o assunto com o ministro da Educação

Reprodução Twitter

A deputada federal Caroline De Toni participou de uma reunião com o ministro da Educação, Abraham Weint, na quarta-feira (23). O assunto do encontro, segundo divulgou a deputada, foi a implantação de escolas cívico-militares para o Oeste de Santa Catarina.

A deputada Caroline destacou, em seu perfil no Twitter, que quer trazer pelo menos uma escola para a região. ” Chapecó foi uma das poucas da região que se inscreveu para receber o modelo”, escreveu na publicação.




A deputada também acrescentou que 643 municípios, das cinco regiões do Brasil, sinalizaram ao Ministério da Educação (MEC) o desejo de participar da iniciativa. “Agora o MEC fará o processamento das solicitações. Até 15 de novembro, será divulgada a lista das cidades contempladas nesta primeira etapa”, explicou.

Chapecó

Em setembro, a vereadora Astrit Tozzo recebeu uma resposta sobre o pedido da instalação de uma Escola Cívico-Militar em Chapecó e a resposta foi favorável. No documento encaminhado à legisladora foi informado que o Município foi previamente indicado para receber o colégio. Conforme o documento, “embora ainda não haja a decisão final das escolas e o quantitativo inicial do projeto piloto, na oportunidade de análise nos critérios supra, Chapecó foi contemplada”. Contudo, o documento reforça que trata-se de uma indicação prévia e que demanda a confirmação por parte da Secretaria Estadual de Educação.

A resposta foi encaminhada por Gabriel Arthur Loeff – coordenador da Central de Atendimento a Municípios. Ele explica que o modelo em construção “é idealizado para implantação em certas unidades de ensino estaduais e municipais, por meio de convênios envolvendo a Secretária de Estado da Educação, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar e os Municípios”.

Conforme resaltou Loeff , a primeira indicação das unidades decorre não somente da avaliação dos comandos das instituições (PMSC e Bombeiros), mas da receptividade e consulta aos diretores, docentes e comunidade escolar.

Primeira escola cívico-militar

O Governo de Santa Catarina divulgou que a Escola de Educação Básica Emérita Duarte Silva e Souza, em Biguaçu, na Grande Florianópolis, será a primeira do Estado a adotar o modelo cívico-militar proposto pelo governo federal.

 A Secretaria de Estado da Educação (SED) identificou que a unidade de ensino preenchia os requisitos do programa, e pais de alunos, professores e direção da unidade decidiram aderir à nova proposta. Com 90% dos votos favoráveis, a comunidade escolar aceitou receber o projeto em assembleia realizada na última sexta-feira (18).

O Ministério da Educação (MEC) pretende implementar 108 escolas cívico-militares até 2023, no Brasil. Atualmente, o Brasil tem 203 escolas desse tipo, em 23 unidades da federação.

Comentários do Facebook