Comitê de Obras retoma atividades em Chapecó

Neste momento, 41 ações do Programa Mãos à Obra estão em acompanhamento

Informações: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Chapecó

Foto: Reprodução/Prefeitura de Chapecó

Nesta segunda-feira (06), a primeira reunião do Comitê Municipal de Acompanhamento de Obras e Serviços Públicos do ano foi realizada em Chapecó. Na ocasião, o prefeito do município, Luciano Buligon, listou prioridades e chamou a atenção para a escassez do tempo, já que 2020 tem apenas 248 dias úteis. Neste momento, 41 ações do Programa Mãos à Obra estão em acompanhamento.

Na agenda do Comitê, com encontros semanais às segundas-feiras no gabinete da Secretária de Coordenação de Governo e Gestão, estão os encaminhamentos para a execução de obras com recursos R$ 100 milhões em infraestrutura (mobilidade urbana), inovação, lazer e meio ambiente, autorizados pela Câmara de Vereadores em setembro de 2019, com recursos da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil.

O prefeito aguarda, ainda em janeiro, audiência na Caixa Econômica Federal, para definir as formalidades de assinatura do convênio. Os recursos virão do programa de Financiamento para Infraestrutura e Saneamento (Finisa).

Outra importante obra é a do contorno Extremo Oeste (ligação da SC 283 a BR 282) com valor final estimado em R$ 51 milhões. O prefeito esteve nos últimos dias de 2019, 26 e 27 de dezembro, em Florianópolis, tratando de detalhes do projeto. Ainda nesta semana poderá voltar à capital para dar os encaminhamentos finais necessários destinados para formalizar o convênio com o Governo do Estado. O Estado deve repassar R$ 25 milhõespara pavimentar área de 11,4 quilômetros, passando pelas comunidades de Linha Simonetto, Linha Sarapião, Linha Cascavel e Colônia Bacia, a oeste da área central de Chapecó.

Entre outras obras, o Programa Mãos à Obra prevê investimentos na duplicação da Av. Leopoldo Sander; pavimentação e recuperação de ruas diversas; ampliação do calçamento no acesso à Trilha do Pitoco; infraestrutura em processos de Regularização Fundiária; ciclovias e ciclofaixas; binário; acesso ao Aeroporto, infraestrutura em mobilidade urbana; georreferenciamento e iluminação pública (lâmpadas em LED); construção da Praça da Família no bairro São Pedro; parque e bacia de contenção no bairro São Pedro; revitalização do Parque Palmital e no Parque Medellín.

Durante os encontros, o prefeito orienta os encaminhamentos de projetos e estudos para a execução das obras, discute e alinha as ações necessárias para o fiel cumprimento de todas, que integram o Programa Mãos à Obra, o maior pacote de obras e melhorias da história de Chapecó.