Serra do Rio do Rastro deve passar por obras emergenciais a partir desta quinta-feira (7) - ClicRDC | Notícias de Chapecó e região

Serra do Rio do Rastro deve passar por obras emergenciais a partir desta quinta-feira (7)

Deinfra fez nova vistoria nesta quarta-feira e indicou a possibilidade de reparos emergenciais para a liberação da rodovia

Nesta quarta-feira (6), o governo de Santa Catarina informou que deverá iniciar a recuperação da SC-390, no trecho da subida da Serra do Rio do Rastro, no Sul do Estado. A estrada foi interditada na segunda-feira (5), após a constatação de riscos para os motoristas, como partes cedidas na rodovia.

Expectativa é de que as obras terminem até o fim desta semana, mas liberação do tráfego será com restrições
Foto: Guilherme Hahn/Especial

As obras devem começar nesta quinta-feira (7) e serão em caráter emergencial. A expectativa é que os trabalhos se encerrem até o fim desta semana e o tráfego possa ser liberado no trecho. Como a estrada está bloqueada, o acesso entre os municípios de Bom Jardim da Serra e Lauro Muller acabou se tornando uma viagem de mais de cinco horas, por rodovias que ficam bem mais afastadas da região.

Depois que os trabalhos emergenciais ficarem prontos, com a remoção de detritos e de nivelamento da pista em um ponto, a rodovia será liberada para a passagem de carros de passeio, ônibus e caminhões de um eixo com até seis toneladas. Veículos maiores deverão buscar rotas alternativas. Ainda de acordo com o governo, em caso de novas chuvas na região, a tendência é de que a SC-390 seja novamente interditada.

O trabalho de recuperação emergencial do trecho deve custar R$ 200 mil. O valor foi liberado pela Secretaria da Fazenda.

Serra do Corvo Branco

​Outra rodovia que também está bloqueada por causa das chuvas, a SC-370, deverá seguir interditada pelos próximos dias. Uma nova vistoria na estrada, que passa pela Serra do Corvo Branco, analisou que faltam a instalação de uma sinalização específica no trecho da serra, nas áreas em que houve estreitamento de pista, e também a colocação de defesas metálicas.

A expectativa é de que os equipamentos sejam instalados na próxima semana, mas sem data definida. Quando o problema for resolvido, o trânsito deverá ser liberado, mas com restrições ao tráfego.

Quanto ao outro ponto, entre Grão Pará e Braço do Norte, o governo do Estado já tinha determinado a execução de um projeto para a recuperação dessa parte da rodovia. A obra, contudo, não tem prazo para começar.

*Informações Diário Catarinense