Condutor não cometeu crime, conclui Polícia Civil sobre morte de idoso atropelado no Oeste de SC

Precárias condições de iluminação da estrada e um boi no meio da pista fizeram o motorista ‘jogar’ o carro no acostamento da rodovia

Foto: Polícia Civil

Nesta quinta-feira (13), a Polícia Civil divulgou que finalizou a investigação sobre o atropelamento e morte de Marcus Antonio Herbert, de 60 anos, na SC-160, linha Bela Vista, no interior de São Carlos, no Oeste de Santa Catarina. Segundo a Polícia Civil, o motorista que atropelou o agricultor não cometeu nenhum crime. O acidente aconteceu no dia 18 de janeiro de 2020. O inquérito policial apurava um possível crime de homicídio culposo na direção veicular.

Segundo a investigação da Polícia Civil, o motorista conduzia um Ssangyong/Actyon  pela rodovia, pouco antes das 21h, do dia 18 de janeiro, ele se deparou com um boi no meio da pista e um veículo na pista contrária. Para evitar uma grave colisão, o condutor optou por ‘jogar’ o carro para o acostamento da SC-160. Conforme a Polícia Civil, o homem não esperava que a vítima estivesse na lateral da via, onde tentava atravessar o gado.

Após elementos colhidos pelos policiais ficou evidenciado que o condutor do veículo agiu diligentemente (com zelo ou cuidado) para evitar uma colisão e não foi imprudente ou negligente.

Conforme a Polícia Civil, o período noturno, as precárias condições de iluminação da estrada e a situação inusitada (o boi no meio da pista) contribuíram para acontecer o acidente que causou a morte do agricultor.