Ciclone em Chapecó: Prefeitura detalha prejuízos

Segundo a Prefeitura, não há nenhuma família desabrigada em Chapecó


A Prefeitura detalhou, na manhã de quarta-feira (1), a situação de Chapecó após a passagem de um ciclone extratropical no município. Conforme a atualização, mais de 25 mil metros de lona já foram distribuídos no município, e nenhuma família está desabrigada ou desalojada. A Defesa Civil informou que houve 450 destelhamentos no município.

Até às 9h30 da manhã, 10 mil unidades ainda estavam sem energia elétrica no município. A Celesc e equipes de telefonia e internet seguem mobilizadas nas ruas para normalizar a energia elétrica e a comunicação em Chapecó. Conforme a Administração Municipal, houve o registro de 38 milímetros de chuva na terça-feira (30). O acumulado de junho é de 333 milímetros. 

O maior prejuízo do fenômeno, conforme a Prefeitura, foi o óbito de uma senhora, de 78 anos, no bairro Quedas do Palmital. Ela foi atingida por uma árvore, na própria residência, e veio a óbito. 

A Prefeitura informou, ainda, que as equipes estão nas ruas para reparar danos. O trabalho é integrado com o efetivo do Corpo de Bombeiros e funcionários da Celesc.  Na terça-feira, o trabalho seguiu até por volta das 20h, com a desobstrução das vias – exceto a Avenida Ernesto José De Marco (popular Rua Araras), comprometida pela queda de três postes de energia elétrica. 

Conforme a Prefeitura, a Unidade de Saúde do bairro Cristo Rei foi atingida por uma árvore. A situação no interior do município ainda é avaliada, mas por hora, o maior dano está na queda de árvores e em pequenos deslizamentos.  Os locais mais afetados foram o Quedas do Palmital (óbito), Bela Vista, Engenho Braun, região da Av. Ernesto José De Marco (Araras), Santa Rita, Alvorada, Eldorado, Líder e Desbravador;

A Prefeitura informou que escolas foram afetadas: 

  • (EBM’s) e Centros de Educação Infantil Municipais (CEIM’s):
  • – EBM Anita Garibaldi – arrancou e destruiu toldo da janela da cozinha;
  • – EBM André Marafon- árvore caiu, derrubou certa e pilares;
  • – EBM Água Amarela- árvore e duas folhas zinco do ginásio arrancadas, goivos e forro cederam em duas salas, danificou a casinha do playground, e danificação na parte elétrica do ginásio;
  • – EBM Olímpio Figueiró – queda de árvore;
  • – EBM Sape Ty Ko- um goivo danificado;
  • – EBM Waldemar Kleinubing – danificação da lona do toldo de entrada, em torno de um metro de aba;
  • – EBM Padre José de Anchieta – folgas de brasilt e alguns goivos da área cobertura;
  • – CEIM Alegria do Saber – queda de pinheiro atingiu cerca de 40% da estrutura do telhado e área externa, quebrou brasilits, forro, goivos, playground;
  • – CEIM Maria Helena – deslocamento de goivos;
  • – CEIM Vila Esperança – calhas sujas, galhos de árvore caíram sobre o pátio e telhado teve dois brasilts quedrados;
  • – CEIM Esplanada- dois goivos e duas folhas de brasilit danificados;
  • – CEIM Universo- queda de árvore quebrou alguns brasilits;
  • – CEIM Proteção – queda da árvore sobre a cerca;
  • – CEIM Aquarela – destelhamento, quebra de seis brasilits;
  • – CEIM Projeto – queda de árvore na fiação elétrica, danificação de brasilits e goivos na área coberta e corredor.