Vídeo: Criança de 10 anos participou do homicídio de Alceni de Almeida em Chapecó - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Vídeo: Criança de 10 anos participou do homicídio de Alceni de Almeida em Chapecó

Segundo o delegado Vagner Papini, dois homens foram os responsáveis pelo o crime


A Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) elucidou mais um homicídio ocorrido em Chapecó. Segundo o delegado Vagner Papini, Alceni de Almeida foi morto por dois homens, no bairro Santo Antônio, em Chapecó, por volta das 22h20, do dia 8 de junho de 2019. Conforme Papini, em entrevista coletiva no Auditório da Delegacia Regional de Polícia Civil de Chapecó, nesta segunda-feira (9), uma criança de 10 anos participou do crime. Ela foi responsável por ir até a vítima e a provocar.

O crime

Segundo Vagner Papini, Alceni estava dentro de um bar no bairro Santo Antônio, onde jogava sinuca. Em determinado momento, os dois homens, um de 23 e outro de 40 anos, com uma criança de 10 anos entraram no estabelecimento e começaram a provocar a vítima.

“A criança era responsável por ir até a vítima para empurrar e xingar. Até que, a vítima, levando na brincadeira acabou empurrando a criança de 10 anos de idade. Neste momento os dois autores foram para cima da vítima dizendo: ‘o tu é folgado! O que está acontecendo?’ pelo depoimento das pessoas que lá estavam, o objetivo desta criança, de ir provocar a vítima era justamente fazer com que ela revidasse, para que os outros dois homens entrassem em ação”, detalha Vagner Papini.


Foto: ClicRDC

Após isso, houve uma luta corporal e no primeiro golpe, Alceni foi esfaqueado no peito. A vítima caiu no chão e foi agredida por socos e chutes pelos dois autores. As pessoas que estavam no bar resolveram ajudar a vítima e chegaram a agredir os dois homens.

Alceni tentou pegar o carro para ir atrás dos autores, mas passou mal, devido o ferimento atingir o seu pulmão e provocar uma hemorragia. Ele voltou para o bar, onde morreu.

Conforme informou Papini, os dois autores foram agredidos, mas um deles conseguiu fugir, o outro permaneceu ali, até que todas as pessoas do bar deixassem o local.

“Durante a confusão, mais três pessoas foram feridas de forma leve. Duas destas foram feridas acidentalmente, ou seja, os dois autores não tinham intenção. Elas foram feriram com a faca, enquanto estavam em luta corporal. Outra pessoa foi ferida de forma dolosa, ou seja, um dos homens quis realmente ferir. Isso aconteceu no momento que ele tirava satisfação de por que os autores agrediram a vítima”, disse Vagner Papini.


Foto: ClicRDC

Mesmo com as agressões. Nenhuma vítima representou contra os dois homens, por isso eles não serão processados pelas lesões e sim, somente pelo crime de assassinato.



Na tarde da última quinta-feira (5), após um trabalho investigativo a Polícia Civil prendeu um dos envolvidos no assassinato, – o homem de 40 anos. Mesmo após várias diligências a campo, os policiais não conseguiram prender o homem de 23 anos, um dos autores do crime. Ele atualmente encontra-se foragido. A criança por ter 10 anos de idade, não sofreu nem um tipo de procedimento policial.

Motivação



Os dois autores e a vítima possuíam passagens pela policial, por crimes de estelionato, porte ilegal de arma de fogo, ameaça e tráfico de drogas.

A criança

Segundo Vagner Papini, a criança tinha parentesco distante com o homem de 23 anos e pela idade ela não sofrerá nenhum procedimento policial.

“A criança sofre de abandono material, ela tem os pais ausentes e inúmeros problemas escolares. Neste primeiro momento a Polícia Civil conclui a investigação e não adotará nenhuma providência contra a criança ou seus pais”, concluiu Vagner Papini.