Nove pessoas são presas em SC durante operação de combate à pornografia infantil

A Polícia Civil cumpriu 16 mandados de busca e apreensão no Estado

Foto: Reprodução/Polícia Civil

Nove pessoas foram presas em flagrante durante a sexta etapa da Operação Luz na Infância, realizada pela Polícia Civil em todo o Estado nesta terça-feira (18). A ação envolveu operações em todo o país e no exterior –
Colômbia, Estados Unidos, Paraguai e Panamá.

A Operação Luz na Infância 6 realizada pela Polícia Civil nesta terça-feira (18) cumpriu 16 mandados de busca e apreensão em Santa Catarina. A ação faz parte de uma força-tarefa nacional de combate aos crimes de exploração sexual praticados contra crianças e adolescentes na internet. Houve nove prisões no Estado.

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Florianópolis, São José, Joinville, Blumenau, Criciúma, Lages, Itapiranga, Imbituba e Balneário Camboriú. O Instituto Geral de Perícias (IGP) também participou da ação ao lado dos policiais civis na realização de perícias nos equipamentos informáticos.

Duas prisões aconteceram em Florianópolis.e duas em Criciúma. Joinville, Balneário Camboriú, Blumenau, Ipiranga e Lages registraram uma prisão por cidade. Em Criciúma, duas pessoas foram presas – uma delas que também tinha um mandado de prisão ativo por outra investigação. 

O delegado da 6ª Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso da Capital (DPCAMI), Gustavo Kremer, destacou o trabalho de investigação e monitoramento virtual feito pela Polícia Civil de SC, em tecnologia idêntica aos meios de apuração das polícias referências pelo mundo. “A Polícia Civil está atenta a este crime virtual e com as nossas ferramentas de investigação chegamos aos alvos”, disse.

LEIA MAIS: Operação Luz na Infância, da Polícia Civil, investiga crimes de exploração sexual na internet;