OUÇA AO VIVO

InícioSEGURANÇA PÚBLICA"Não sou assassino", diz ex-produtor de banda que tocava na boate Kiss,...

“Não sou assassino”, diz ex-produtor de banda que tocava na boate Kiss, na noite da tragédia

Assista o momento da chegada do ex-produtor ao fórum

Foto: Reprodução Portal Uol

Informações Uol e G1

Logo quando chegou para o primeiro dia de julgamento da tragédia na boate Kiss, no município de Santa Maria no Rio Grande do Sul, o réu Luciano Augusto Bonilha Leão, de 44 anos que é ex-produtor musical da banda Gurizada Fandangueira, passou mal e foi retirado do local. 

De acordo com a denúncia do Ministério Público (MP), foi ele quem comprou e ativou o fogo de artifício que deu início ao incêndio. Luciano é acusado, junto dos empresários e sócios da casa noturna, Elissandro Spohr e Mauro Hoffmann, e do músico Marcelo de Jesus dos Santos – pelo MP dos crimes de homicídio simples de 242 pessoas e tentativa de homicídio de outras 636 que sofreram ferimentos na tragédia.

- Continua após o anúncio -

Imagens mostram ele o homem totalmente abalado enquanto subia escadas rolantes e gritava “não sou assassino” ao chegar ao Fórum de Porto Alegre. Ele é uma das pessoas acusadas de serem os responsáveis pelo incêndio na boate. 

O Tribunal do Júri iniciou na quarta-feira (01) e poderá se estender por mais de 15 dias. Bonilha, que hoje atua como DJ, estava bastante nervoso e chegou a chorar ao ingressar no prédio. 

O ex-produtor, estava acompanhado de seus advogados e precisou ser encaminhado para a enfermaria do tribunal, pois passou mal.

Publicidade

Notícias relacionadas

SIGA O CLICRDC

123,931FansLike
45,000FollowersFollow
59,541FollowersFollow
6,620SubscribersSubscribe