Forças de segurança realizam I reunião com ênfase na Inteligência Fronteiriça

O objetivo do encontro foi estreitar o relacionamento entre as forças para que o trabalho seja desenvolvido de uma forma mais eficaz.


Foto: Rangel Agnolin/ClicRDC

Nesta quarta-feira (9), as Forças de Seguranças brasileiras e argentinas participaram de uma reunião com ênfase na Inteligência Fronteiriça. O encontro foi realizado na sede da Delegacia Regional de Polícia de Chapecó (SC).


Foto: Rangel Agnolin/ClicRDC

O evento contou com a presença da Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Estadual e Polícia Argentina. O objetivo do encontro foi estreitar o relacionamento entre as forças para que o trabalho seja desenvolvido de uma forma mais eficaz.


Ricardo Casagrande – Delegado Regional. Foto: Rangel Agnolin/ClicRDC

Ricardo Casagrande, Delegado Regional da 12ª DRP, falou sobre a reunião. “Nós temos o entendimento que a região de fronteira serve como porta de entrada de muitos produtos ilícitos. Houve uma primeira reunião na Argentina e agora vai ser o primeiro encontro dos setores de inteligência dos policiais. Serão discutidos pontos sensíveis que estão ligadas a estes setores.”

O delegado completou falando sobre a fronteira. “Nós temos uma faixa de fronteira de 150 km. Por isso o encontro com policiais de toda região.”

O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, falou sobre os desafios desta política. “Nós temos um viés que é entender esta politica fronteiriça. O Oeste de Santa Catarina está ligado aos países do Mercosul. Nós precisamos aproximar os interesses.”, disse Buligon.


Foto: Rangel Agnolin/ClicRDC

Além disso, o prefeito comentou sobre o encontro desta manhã. “É uma importante reunião, aonde as forças policiais das duas nações, se encontram para encontrar meio de facilitação. As regiões são muitos parecidas”, completou Buligon.