OUÇA AO VIVO

InícioSEGURANÇA PÚBLICADiscussão no trânsito termina com três pessoas baleadas em Chapecó; uma delas...

Discussão no trânsito termina com três pessoas baleadas em Chapecó; uma delas é um sargento da PM

Veja o relato da PM e da família das outras duas vítimas atingidas por disparos de arma de fogo

Foto: Arquivo/ClicRDC

Uma discussão e briga de trânsito terminou com três pessoas baleadas na região do Jardim do Lago, no bairro Efapi, em Chapecó (SC). A ocorrência foi registrada por volta das 16h, deste sábado (11). Entre as vítimas feridas está um sargento da Polícia Militar. A Polícia Civil irá investigar a versão apresentada pela PM e a da família das outras duas vítimas baleadas.

Conforme o relato da Polícia Militar (PM), a ocorrência iniciou quando um policial militar de folga recebeu a informação que seus familiares eram agredidos, após um acidente de trânsito e foi até o local.

“Quando estava chegando ao local do fato, visualizou que o agressor estava fugindo, por tal razão, seguiu o suspeito com seu veículo particular, ao tempo em que solicitava reforço, para realização de abordagem. Quando o autor chegava à sua residência, o policial iniciou a abordagem, que não foi acatada pelo autor, que sacou uma arma e disparou contra o policial. O policial, mesmo ferido, sacou sua arma e alvejou o agressor para cessar a injusta agressão. O policial foi socorrido e está passando por procedimentos médicos no HRO”, informou a Polícia Militar. A PM ainda informou que a mãe do suspeito também foi atingida na troca de tiros.

- Continua após o anúncio -

Segundo a PM, o homem foi identificado, detido e passou por atendimento no HRO. A PM ainda ressaltou que o suspeito tem passagens pela polícia, sendo a última delas por tráfico de drogas, no dia 16 de fevereiro de 2020, após uma abordagem a motocicleta no bairro Efapi, quando estava em posse de um quilograma de maconha.

Relato da família

Através do WhatsApp, a família das duas vítimas atingidas pelos disparos do policial entrou em contato com o ClicRDC, para relatar a sua versão dos fatos. Conforme os familiares, eles contestam a versão divulgada pela Polícia Militar.

Ocorrência será investigada

Por fim, a Polícia Militar de Chapecó fez uma ressalta e informou “Ninguém sabe exatamente como ocorreu a situação, portanto, mais informações somente quanto forem apuradas”. A Polícia Civil irá investigar o caso.

Publicidade

Notícias relacionadas

SIGA O CLICRDC

123,931FansLike
45,000FollowersFollow
59,940FollowersFollow
6,620SubscribersSubscribe