OUÇA AO VIVO

InícioSEGURANÇA PÚBLICADelegado regional de Chapecó é exonerado: Governador prioriza política sobre questões técnicas?

Delegado regional de Chapecó é exonerado: Governador prioriza política sobre questões técnicas?

Sob o comando de Danilo da Silva Fernandes, no ano passado foram cumpridos 345 mandados de prisão em Chapecó, aumento de 40% em relação ao ano de 2022. Com isso, Chapecó figurou com 02 unidades policiais entre as 10 do Estado que mais cumpriram mandados de prisão; Saiba mais:

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Na noite desta terça-feira (20), o governo de Santa Catarina confirmou a saída do Delegado Danilo da Silva Fernandes, do comando da Delegacia Regional de Chapecó, no Oeste de Santa Catarina. A decisão aconteceu após a divulgação de uma portaria assinada pelo Delegado-Geral da Polícia Civil, Ulisses Gabriel.

Danilo foi efetivado no cargo no fim de 2022 (dezembro) e substituiu o Delegado Ricardo Casagrande. Sob sua gestão, em 2023 foram cumpridos 345 mandados de prisão em Chapecó, aumento de 40% em relação ao ano de 2022.

O ClicRDC aguarda um posicionamento do governo de Santa Catarina sobre o assunto.

- Continua após o anúncio -

Desempenho notável
Sob a liderança de Fernandes, a Polícia Civil de Chapecó alcançou resultados impressionantes. Em 2023, a cidade registrou um aumento de 40,8% nos mandados de prisão cumpridos, totalizando 345 ações bem-sucedidas. Além disso, houve um significativo aumento de 30,7% nos mandados de busca e apreensão, com 268 operações realizadas. Essas conquistas posicionaram Chapecó entre as dez unidades policiais do estado com melhor desempenho.

Adicionalmente, a taxa de homicídios na região experimentou uma queda expressiva de 44,8%, com 16 casos registrados até dezembro de 2023, em comparação aos 29 do ano anterior. Esses números não apenas refletem a eficiência operacional da Polícia Civil local mas também a dedicação de Fernandes e sua equipe em garantir a segurança e o bem-estar da comunidade.

Inovações e melhorias
Além dos expressivos números, a gestão de Fernandes foi marcada por inovações e melhorias significativas na infraestrutura e nos serviços oferecidos à população. Iniciativas como a inauguração do Núcleo de Operações com Cães, diversas salas especializadas no atendimento a mulheres vítimas de violência, e a formalização da campanha “Mulher Segura” nos ônibus urbanos, destacam-se como exemplos de uma gestão focada no atendimento qualificado e humanizado.

Operação asfixia
Outro marco da gestão foi a Operação Asfixia, uma ação conjunta com a Prefeitura de Chapecó que visou o atendimento a pessoas em situação de rua, proporcionando não apenas a retirada desses indivíduos do cenário urbano mas, sobretudo, oferecendo acompanhamento médico, psicológico e oportunidades de reintegração social. Esta operação reflete a abordagem multidisciplinar adotada por Fernandes, que vai além do combate à criminalidade, abordando também as causas sociais subjacentes.

Questionamentos levantados
A exoneração do Delegado Danilo da Silva Fernandes levanta questionamentos importantes sobre os critérios utilizados pelo governo estadual em suas decisões administrativas. A substituição de um profissional altamente competente e com resultados comprovados por motivos que parecem transcender a capacidade técnica e o desempenho suscita dúvidas sobre as verdadeiras prioridades da gestão atual. Esta situação deixa a população de Chapecó e observadores externos a ponderar: a política está sobrepondo-se à técnica na administração pública de Santa Catarina?

Veja a portaria divulgada pelo governo de Santa Catarina

Publicidade

Notícias relacionadas

SIGA O CLICRDC

141,000SeguidoresCurtir
71,800SeguidoresSeguir
56,300SeguidoresSeguir
12,500InscritosInscreva-se