Cinco catarinenses foram encontrados mortos em apartamento no Chile - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Cinco catarinenses foram encontrados mortos em apartamento no Chile

Foto: Corpo de Bombeiros de Santiago / Reprodução NSC

Seis brasileiros foram encontrados mortos em Santiago no Chile, na tarde de quarta-feira (22). Cinco são catarinenses. A suspeita é que tenham sido vítimas de um vazamento de gás. Entre as vítimas estava um casal e seus dois filhos, que moravam em Biguaçu, na grande Florianópolis. Também um irmão de um das vítimas e a esposa dele, que moravam em São Paulo.

Conforme a NSC, os familiares identificaram as vítimas. Um homem de 41 anos, Fabiano de Souza e sua esposa Débora Muniz Nascimento de Souza, de 38 anos estão entre os mortos. Os dois filhos deles também estavam no apartamento, Caroline Nascimento de Souza, que completaria 15 anos, e Felipe Nascimento de Souza, de 13. As outras duas vítimas são o irmão de Débora, Jonathas Nascimento Kruger, 30 anos e a esposa dele Adriane Krueger, que é de Goiânia.

Aos profissionais da NSC Noemi Fortunato Nascimento – a prima de Jhonatas e Débora-  contou que a família viajou a Santiago para comemorar os 15 anos de Caroline. A família teria alugado um apartamento, por meio de um aplicativo.  A prima ainda disse que ele estava prestes a retornar a Santa Catarina,  pois a mãe dos irmãos Jhonatas e Débora faleceu na madrugada de quarta-feira.

Segundo a NSC, Débora teria contado a Noemi que não estava bem e que outras pessoas no apartamento estavam com sintomas estranhos. A vítima acreditava que pudessem ter sido envenenados.

Informações NSC