Em 24h, Brasil registra nove novos casos de coronavírus

Ao todo são 34 casos confirmados no país; Uma paciente está em estado grave

Nove novos casos de coronavírus foram confirmados no Brasil, em 24h. Na segunda-feira eram 25, com os novos casos o número subiu para 34. Os registros ocorrem nas regiões: Sudeste (29 casos), Nordeste (3), Centro-Oeste (1) e Sul (1).

Um dos novos casos confirmados nesta terça-feira foi registrado no Rio Grande do Sul, até o momento é o único caso confirmado na região Sul. No estado gaúcho, segundo dados da plataforma do Ministério da Saúde, há 70 casos suspeitos. Em Santa Catarina são 42.

Além dos pacientes confirmados, foram registrados ainda 893 casos suspeitos, uma redução em relação a segunda-feira, quando o Ministério da Saúde contabilizou 930 pessoas nessa situação. Já os pacientes com infecção descartada pelas autoridades de saúde ficaram em 780.

São Paulo segue liderando, com 19 casos. Além dos episódios no estado, foram identificados oito no Rio de Janeiro, dois na Bahia, um no Espírito Santo, um no Distrito Federal, um em Minas Gerais, um em Alagoas e um no Rio Grande do Sul.

Já refente aos casos suspeitos, São Paulo também está a frente (302), seguido de Minas Gerais (122) e do Rio de Janeiro (119), Rio Grande do Sul (70) e Distrito Federal (59). No recorte por região, o Sudeste concentra o maior número de pacientes com suspeitas (544), seguido do Sul (145) e Nordeste (111).

Apenas três estados não possuem casos confirmados ou suspeitos: Roraima, Amapá e Tocantins. O Maranhão, que estava nesta condição até ontem, registrou dois casos suspeitos e dois pacientes com a infecção descartada.

Paciente em estado grave

No Distrito Federal, a paciente infectada após uma viagem para o Reino Unido está internada no Hospital Regional da Asa Norte (HRAN). Segundo a Secretaria de Saúde da capital, ela apresenta quadro grave e instável e teve piora desde ontem, com febre e síndrome respiratória aguda severa.

Além disso, o marido foi obrigado – após decisão judicial – a realizar teste para a doença e se manter isolado, o que conforme a Secretaria do DF foi cumprido. Ainda não há resposta sobre o resultado do exame.