Confirmado o primeiro caso do novo coronavírus no Rio Grande do Sul

A informação foi confirmada pela Secretaria da Saúde do estado

Informações Secretaria da Saúde

IMAGEM ILUSTRATIVA Foto: Secretária da Saúde SP/Twitter

A Secretaria da Saúde (SES) do Rio Grande do Sul confirmou, nesta terça-feira (10), o primeiro caso de infecção pelo novo coronavírus no estado. De acordo com a pasta, trata-se de um homem, de 60 anos, residente em Campo Bom. O paciente teve histórico de viagem para Milão, na Itália, entre os dias 16 e 23 de fevereiro. O anúncio foi feito pelo governador Eduardo Leite em coletiva à imprensa no Palácio Piratini.


Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

O homem que teve o diagnóstico confirmado apresenta hoje quadro clínico leve, sem a necessidade de internação hospitalar. Ele permanece em isolamento domiciliar até a melhora dos sintomas. Nenhum familiar apresentou sintomas e seguirão sendo acompanhados, assim como o caso confirmado até a melhora do quadro de saúde.

Até esta terça-feira (10) já foram notificados como suspeitos 190 casos no Estado. Além desse primeiro positivo, outros 103 já foram descartados para o novo coronavírus e 86 ainda permanecem em investigação.

A secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann, destacou o plano de contingência elaborado pela SES. “Nós mudamos de nível, passando do nível zero para o nível um, que é quando temos de 1 até 100 casos”, explica. “É importante mantermos a atenção aos casos de pessoas com sintomas e que tenham histórico de viagem a um dos países com circulação local do vírus”, afirmou.

O presidente do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems/RS), Diego Espíndola, falou também do apoio e engajamento dos municípios nas ações. “Estamos em sinergia com Estado e Ministério da Saúde e todas as equipes estão preparadas para receber os casos suspeitos”, disse.

Caso

A identificação do novo coronavírus (SARS-Cov-2), causador da doença que levou o nome de Covid-19, foi confirmada em exame realizado no Laboratório Central do Rio Grande do Sul (Lacen/RS), que desde a última sexta-feira (6) realiza esse diagnóstico específico. A Secretaria divulgou os dados do caso:

– Homem, 60 anos, residente em Campo Bom
– Histórico de viagem para Milão (Itália)* entre 16 e 23 de fevereiro
– Início de sintomas de febre e tose em 29 de fevereiro
– Atendido em clínica privada de Novo Hamburgo em 1º de março
– Avaliação médica como quadro de sintomas leves
– Orientado a ficar em isolamento domiciliar até a melhora dos sintomas sendo monitorado pela vigilância epidemiológica do município
– Notificado ao Estado como suspeito em 2 de março
– Chegada das amostras de secreções das vias respiratórias ao Lacen/RS em 2 de março
– Realizados primeiros exames para painel de sete vírus respiratórios mais comuns no país (influenza A e B, parainfluenza, adenovírus e vírus sincicial respiratório) em 3 e 4 de março, todos com resultado negativo
– Análise específica para o novo coronavírus (SARS-Cov-2) em 9/3 com resultado positivo por meio de análise da carga genética do vírus
– Atual quadro de saúde do paciente é leve, persistindo ainda a tosse
– Nenhum familiar residente no mesmo endereço apresenta sintomas e seguirão sendo monitorados até completar 14 dias do início dos sintomas do caso positivo (até a próxima segunda-feira, dia 16 de março).
– Como já passou mais de 14 dias dos voos de regresso (período estimado de incubação da doença) não se preconiza a verificação da lista de passageiros para a busca ativa a outros suspeitos