Campanha de vacinação contra a Febre Amarela é intensificada em Chapecó - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Campanha de vacinação contra a Febre Amarela é intensificada em Chapecó

(Foto: Prefeitura de Chapecó/Divulgação)

A vacina está disponível nas 26 salas de vacinas da rede pública de Chapecó, localizadas nos Centros de Saúde da Família e também nas clínicas privadas de vacinação. Para se vacinar é necessário documento pessoal, carteira de vacina e se possível Cartão Nacional do SUS – CNS. O horário de atendimento nas unidades de saúde é das 7h30 às 11h30 e das 13 às 17 horas.

A doença

A Febre Amarela é uma doença infecciosa causada por um vírus que pode ser transmitido em dois ambientes distintos, urbano e silvestre. A letalidade em humanos varia de 5 a 10% mas, entre as formas graves, pode chegar a 50%. No Brasil, a transmissão no ciclo urbano, no qual o Aedes aegypti é o principal vetor e o homem o principal hospedeiro, não ocorre desde o ano de 1942. Entretanto, casos continuam sendo registrados no ciclo silvestre, onde os transmissores e reservatórios do vírus são os mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes e os Primatas Não Humanos (PNH – macacos) são os hospedeiros amplificadores.

Quais os principais sintomas da doença?

Os sintomas iniciais incluem: febre de início súbito, calafrios, dor de cabeça, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. Em casos graves, a pessoa pode desenvolver: febre alta, icterícia (coloração amarelada da pele e do branco dos olhos), hemorragia e, eventualmente, choque e insuficiência de múltiplos órgãos. Cerca de 20% a 50% das pessoas que desenvolvem a doença na forma grave podem morrer. Vale chamar a atenção para o fato de que a febre amarela pode levar à morte em cerca de uma semana se não for tratada rapidamente.