OUÇA AO VIVO

InícioRobson SantosE as eleições de Chapecó/SC?

E as eleições de Chapecó/SC?

Leia a coluna do Dr. Robson Fernando dos Santos na Quinta da Opinião

Foto: Robson Santos / ClicRDC

Infelizmente, o Rio Grande do Sul tornou-se uma prioridade na mídia local e nacional, muito mais aqui na região, em razão dos laços que possuímos com os gaúchos, pois possuímos familiares, amigos e conhecidos afetados com a tragédia do estado fronteiro. Aliás, acompanhar par e passo a situação, é de extrema necessidade, e, precisa ser contínuo, especialmente nos auxílios, no voluntariado e em tudo que for possível para socorrer quem tanto precisa. Não se pode esquecer que as chuvas cessarão, os rios retornarão à normalidade de seus leitos, mas as cidades e as respectivas reconstruções permanecerão como um legado e uma lição para um novo olhar e planejamento do Estado do Rio Grande do Sul, por isso, não se pode esmorecer.

Paralelo a isso tudo, a vida segue e com ela todos os calendários previamente estabelecidos, continuam em vigor. E aqui me refiro ao calendário eleitoral, que nesse caso, dias atrás, o Presidente do TSE afirmou que não há nenhuma previsão e nem discussão sobre o adiamento das eleições no RS, e ainda complementou, que existem urnas suficientes para substituir as que foram danificadas e que se tem todas as condições para garantir, até esse momento, as eleições normais em todos os municípios do Rio Grande do Sul.

Nesse caso, considerando ainda o calendário eleitoral, o próximo passo serão as Convenções previstas para que ocorram entre os dias 15 de julho a 05 de agosto, para posterior registro das candidaturas, até o dia 15 de agosto, junto à Justiça Eleitoral.

- Continua após o anúncio -

Após, no dia seguinte, a partir do dia 16 de agosto, já iniciam as propagandas eleitorais, com a possibilidade de se fazer explicitamente e diretamente o pedido de voto ao eleitor.

Na sequência, iniciando no dia 30 de agosto, até o dia 03 de outubro, haverá o horário eleitoral gratuitos no rádio e na TV, encerrando na quinta feita que antecede o dia do primeiro turno, que se realizará no domingo 06 de outubro; e, eventual segundo turno, ocorrerá nos municípios com mais de 200 mil eleitores, no dia 27 do mesmo mês.

Enfim, os bastidores políticos partidários seguem á todo vapor na definição suas chapas. Aqui em Chapecó/SC, salvo a candidatura à reeleição de João Rodrigues – PSD, tudo ainda é uma incógnita, ou seja, serão depois das convenções partidárias, que se definirão os demais nomes e coligações para o pleito eleitoral municipal.

Muitos pré-candidatos à Prefeitura já se apresentam e se expõe, como é o caso do Partido NOVO, MDB e PT (por meio da sua federação composta junto com PC do B e PV), porém, nada se tem confirmado, nem mesmo a escolha de quem será o vice prefeito de João Rodrigues.

Não se pode descartar que o resultado das urnas do dia 06 de outubro, para Chapecó/SC, já está praticamente definido, no atual cenário, a reeleição de João Rodrigues é inconteste. Nesse caso, saber quem será o seu vice prefeito é relevante, pois, em 2026, o mandatário municipal será candidato, e, seu vice, portanto, assumirá a Prefeitura Municipal com olhos para o pleito eleitoral de 2028.

Aguardaremos, neste caso, as cenas dos próximos capítulos, na confirmação do vice de João Rodrigues, que também aguarda a definição dos partidos que irão coligar com o PSD, e aqui, fica a interrogação; se o PL de Jair Bolsonaro, amigo pessoal de João Rodrigues, fará parte dessa coligação ou não? Pois se fizer, pode surgir um vice liberal. Do contrário, João Rodrigues, como já fez outrora, poderá compor uma chapa pura para a Prefeitura de Chapecó/SC.

Outra situação praticamente posta, é que as cadeiras do Legislativo serão ocupadas, em sua maioria, por partidos da base do Governo Municipal, tudo leva a crer que serão poucas as novidades, pois na janela partidária, pelas movimentações dos atuais vereadores, todos já buscaram partidos onde a segurança de uma reeleição era mais garantida, não só em termos de espaços políticos, mas também, visando o fundo eleitoral.

Não expor nada agora, faz parte do jogo eleitoral, os nomes dos oponentes de João Rodrigues e a confirmação de seu quinhoeiro vice, certamente serão definidos no último momento, especialmente porque, surtirão efeitos não apenas para o próximo dia 06 de outubro, mas, se estenderão e serão imprescindíveis para as pretensões para 2026.

Publicidade

Notícias relacionadas

SIGA O CLICRDC

146,000SeguidoresCurtir
103,500SeguidoresSeguir
55,600SeguidoresSeguir
12,800InscritosInscreva-se