VÍDEO: Acompanhada de Bolsonaro, deputada Caroline de Toni critica governador Moisés na Alvorada

A coletiva ocorreu na manhã desta quarta-feira (29)

Imagem Reprodução

Em coletiva de imprensa no Palácio da Alvorada, na manhã desta quarta-feira (29), a deputada federal por Santa Catarina, Caroline de Toni, criticou o governador Carlos Moisés, pelas atitudes tomadas em decorrência ao isolamento. Segundo a deputada, o governador está interferindo no direito de ir e vir das pessoas, e com o decreto 406 mil pessoas estão desempregadas. 

“Sou Caroline de Toni, deputada federal por Santa Catarina, estado de 7 milhões de habitantes, mas que já tem 406 mil desempregados por conta do decreto do governador Carlos Moisés, não é a pretexto da pandemia que nós vamos proibir as pessoas do seu direito de ir e vir, seu direito de circular livremente em todo o território nacional, algo que é direito e garantia fundamental do cidadão, previsto na constituição e que só poderia ser tirado se a gente tivesse uma decretação de estado de sítio, ou seja em caso de guerra declarada”, disse a deputada.

Segundo Carolini, os decretos dos governadores que optaram pelo isolamento social são inconstitucionais. “Nós não podemos admitir esse abuso de direito  de cercear as liberdades mais sagradas do povo brasileiro, que é o seu direito de ir e vir, o seu direito de circular seja em praias ou em praças, etc”, destacou a deputada. Segundo ela, é preciso que as pessoas possam preservar seus empregos para não morrer de fome. 

“É por isso que nós estamos junto com o presidente Bolsonaro, quando ele critica os governadores. Por que os direitos e garantias do povo brasileiro tem que ser garantido, a nossa liberdade é o que há de mais sagrado na democracia brasileira”, finalizou Caroline.