Prefeitura de Chapecó realiza prestação de contas e planejamento para 2020

O prefeito participou do programa Pauta Livre

Foto: Mathias Brasil/ClicRDC

Na manhã desta sexta-feira (6), a Administração Municipal realizou o programa de rádio Pauta Livre, em que apresentou um balanço das ações da Administração em 2019. O programa foi transmitido ao vivo pelas rádios Super Condá e Rádio Chapecó.

Os jornalistas Marcelo Lula da Rádio Super Condá e Fábio Schardong da Rádio Chapecó questionaram o Prefeito Luciano Buligon sobre diversos assuntos referentes a obras e contas do município, e também sobre o planejamento para 2020.

Confira o programa na íntegra

A primeira pergunta foi sobre o Aeroporto Serafim Enoss Bertaso e a licitação que teve o processo paralisado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). Segundo Buligon, o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) acompanhou o processo da licitação e, avaliou como correta. Ele ainda falou que técnicos e o Procurador Geral do Município Ricardo Cavalli estiveram durante a semana em Florianópolis (SC) acompanhando a situação.

Quando o assunto foi transporte público, os jornalistas o questionaram sobre a Mobilidade Urbana. Buligon respondeu em partes, falou que a primeira etapa era a licitação, que já esta em vigor. A segunda etapa são os abrigos de passageiros, algo que será realizado no ano que vem. Após implantação dos novos abrigos, o binário será o próximo projeto.

O prefeito também falou sobre a avenida Leopoldo Sander. Luciano confirmou a duplicação da via e a construção de um elevado próximo a rótula da bandeira, nas entradas dos bairros Eldorado e Cristo Rei.

Foto: Mathias Brasil/ClicRDC

Outro assunto abordado pelos jornalistas, foi o Georreferenciamento (mapeamento para regularizar as propriedades) de área urbana, que será implantado em locais específicos no ano de 2020. Com este estatuto, a Prefeitura de Chapecó vai corrigir erros e fazer a cobrança justa do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

Luciano também foi questionado sobre o contorno Leste, projeto intermunicipal que liga Cordilheira Alta (SC) ao distrito de Marechal Bormann em Chapecó. Ele informou que para a obra se consolidar é necessário cerca de R$ 40 milhões por parte do Governo Estadual. O projeto já tramita na Assembléia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc) e, agora depende apenas da liberação de verba do Estado.

”Vamos aguardar, esse projeto é um sonho que não terminou, ele tem projeto, tem licenciamento ambiental, enfim. Ele está pronto. Falta apenas o recurso para construir. Agora dependemos do Governo Estadual”, relatou Luciano.

Marcelo Lula questionou sobre as contas do Município. O prefeito alegou que todos os documentos foram entregues e regularizados. Segundo Buligon, no dia 16 de dezembro o Tribunal de Contas vai submeter as contas de Chapecó à aprovação. O prefeito ainda deu ênfase para o pagamento em dia dos servidores públicos.

”Tenho a alegria de dizer que me dediquei aos servidores públicos de Chapecó. O servidor recebeu sempre em dia, inclusive no período de inflação, pagamos dentro do mês e em dia sempre”, afirmou.