OUÇA AO VIVO

InícioPolítica e CotidianoComo votaram os deputados de SC na regulamentação da Reforma Tributária

Como votaram os deputados de SC na regulamentação da Reforma Tributária

Confira a coluna do jornalista André de Lazzari:

Foto: Divulgação

Na quarta-feira (10), a Câmara dos Deputados aprovou por 336 a 142 o projeto que regulamenta a cobrança e cálculo dos impostos no novo sistema tributário que começa a ser implementado em 2027. Esse passo importante da Reforma Tributária não teve a aprovação majoritária dos parlamentares catarinenses. Dos 16 votos do Estado, 10 foram contra e seis a favor do substitutivo apresentado pelo deputado Reginaldo Lopes (PT-MG).

Votaram contra a regulamentação todos os deputados do PL (Caroline de Toni, Daniel Freitas, Daniela Reinehr, Júlia Zanatta e Zé Trovão). Também votaram não à proposta Carmen Zanotto (Cidadania), Gilson Marques (Novo), os dois deputados do PSD (Darci de Matos e Ismael dos Santos), e Rafael Pezenti (MDB). Foram favoráveis ao projeto as duas deputadas do PT (Ana Paula Lima e Carla Ayres), os deputados Carlos Chiodini e Valdir Cobalchini pelo MDB, Fabio Schiochet (União Brasil), e Jorge Goetten (Republicanos).

Me indigna que, independentemente do posicionamento de cada parlamentar, ninguém realizou uma audiência pública em Santa Catarina para tratar da Reforma Tributária. Todas as discussões onde participaram representantes do Estado ficaram em Brasília. O povo não foi chamado para a discussão. Ontem (10) se votou o futuro de como são cobrados e calculados os tributos sobre o consumo, que serão pagos por todos nós. Teve tempo de promover uma escuta pública presencial, olho no olho, mas não fizeram. Lamentável.

- Continua após o anúncio -

Ao PL, custará ser sangue doce em Chapecó

Estávamos em 5 de abril, e Leandro Sorgato, presidente do Partido Liberal em Chapecó, já falava no Sala de Debates que ele desejava ver a sigla ter uma postura de “sangue doce” nas eleições deste ano. Isso significa ter apenas chapa para vereador, e adotar uma postura independente perante o candidato a prefeito que for eleito, sem lançar um competidor para a majoritária. Mas, visivelmente, não é isso que algumas lideranças do partido a nível estadual e federal querem.

Nomes do PL que poderiam ser candidatos a prefeito em Chapecó estão sendo ventilados. No entanto, não há uma atualização oficial por parte da executiva da sigla em Chapecó sobre um posicionamento diferente do comentado em abril até o momento, apesar de conversas com o Novo, que lançará Dadá Westphal à Prefeitura, tenham sido realizadas recentemente. Vamos aguardar. Ao que tudo indica, será difícil o PL manter o planejamento inicial.

MDB em Cordilheira Alta

Em evento realizado na noite de sexta-feira (5), o MDB de Cordilheira Alta confirmou os nomes do partido para as eleições municipais de 2024. O presidente do MDB local, Wilson da Silva, foi oficializado como pré-candidato a prefeito. Ainda, foram apresentados 11 nomes para compor a chapa à Câmara Municipal, sendo na convenção, um deles será eliminado. Com isso, o MDB de Cordilheira Alta terá chapa cheia para disputar o Legislativo.

Em 2020, o MDB perdeu as eleições para prefeito. Na ocasião, apoiava Mauro Moresco (PSDB) para manter o grupo político ao qual pertencia no poder. Moresco era a aposta para suceder Carlos Alberto Tozzo, filiado ao MDB. Apesar de ter feito três cadeiras na Câmara de Vereadores, o partido perdeu o governo por praticamente 17 pontos percentuais para o atual prefeito Clodoaldo Briancini (PSD), que pode tentar a reeleição.

Recadinhos

  • Foi um sucesso o evento Economia e Futuro com Paulo Guedes no Centro de Eventos. Casa cheia, olhares atentos, e uma verdadeira aula entregue pelo ex-ministro da Economia
  • A palestra surpresa com o Dr. Alfredo Lang não é nenhuma surpresa para quem tem a honra de trabalhar com ele todos os dias. Grande momento para o CEO do Grupo Condá
  • Amanhã (12) será decidido pelo sindicato que representa os servidores do INSS de Santa Catarina se eles aderem à greve nacional ou não. Vários serviços podem ser afetados se a decisão for favorável à paralisação
  • Nos comentários da coluna de terça-feira (9), a maioria dos internautas aprova o pente fino executado pela Prefeitura de Chapecó nas concessões do Bolsa Família
Publicidade

Notícias relacionadas

SIGA O CLICRDC

146,000SeguidoresCurtir
103,500SeguidoresSeguir
55,600SeguidoresSeguir
12,800InscritosInscreva-se