Itália oferece R$ 3,1 mil a quem se mudar para cidades vazias

E aí, partiu? Saiba como participar:

Informações Diário Catarinense

Gambatesa fica localizada na região de Molise. Foto: Reprodução/Diário Catarinense

Você se interessaria morar na Itália e ainda ganhar € 700, cerca de R$ 3,126 mil? O governo da região de Molise, na costa sul do Mar Adriático, oferece essa quantia mensal, durante três anos, para quem se mudar para pequenas cidades que sofreram com a perda de moradores nos últimos anos. As informações são do The Guardian.

Em contrapartida, o povoado deve ter menos de dois mil habitantes e a pessoa deve se comprometer a abrir um negócio. Além dos incentivos individuais, cada localidade subpovoada receberá € 10 mil por mês para investir em infraestrutura e atividades culturais.

“Se tivéssemos oferecido financiamento, teria sido mais um gesto de caridade. Queríamos fazer mais; queríamos que as pessoas investissem aqui. Elas podem abrir qualquer tipo de atividade: uma padaria, uma papelaria, um restaurante, qualquer coisa. É uma maneira de dar vida às nossas cidades e ao mesmo tempo aumentar a população”, disse Donato Toma, presidente de Molise.

Como participar

O edital com as informações para quem quiser morar, por pelo menos 5 anos, em uma das 106 cidades com menos de 2 mil habitantes existentes na região de Molise, será publicado no dia 16 de setembro. A partir dessa data, os interessados poderão enviar suas solicitações ao Conselho Regional pelo período de 60 dias.

Para participar da seleção é necessário ter passaporte europeu ou um visto de residência comunitário.

A região de Molise tem atualmente 350 mil habitantes e vem registrando perda gradativa de moradores nos últimos anos – mais de nove mil já saíram desde 2014.