Vice-presidente da Alesc apoia implementação de pista de atletismo no Complexo Esportivo Verdão - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Vice-presidente da Alesc apoia implementação de pista de atletismo no Complexo Esportivo Verdão

Foi entregue um abaixo-assinado com assinaturas coletadas por representantes da classe esportiva de Chapecó.


Foto: Divulgação/Prefeitura de Chapecó

Na manhã desta sexta-feira (17), o vice-presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (ALESC), deputado Mauro De Nadal recebeu um abaixo-assinado com assinaturas coletadas por representantes da classe esportiva de Chapecó. O documento coletivo busca apoio para a instalação de uma pista sintética de atletismo no Complexo Esportivo Verdão. O custo da obra é estimado em R$ 1,3 milhão.

“Chapecó é uma grande referência para nossa região em diversos aspectos, como econômico, social, geração de emprego, e com isso se torna destaque também no esporte. Temos a Chapecoense que é o nosso orgulho e ainda atletas de toda a região que se deslocam para o município para treinamentos”, lembra De Nadal.

O documento entregue pelo secretário de Juventude, Esporte e Lazer de Chapecó, Ivan Carlos Agnoletto e assinado pelo prefeito da cidade, Luciano Buligon, conta com mais de 4 mil assinaturas e destaca a importância da implementação da pista, citando provas de destaques com a participação de mais de cinco mil atletas. Hoje, a área de caminhada do Verdão é de saibro com pó de pedra.

De Nadal lembra que Chapecó é também o berço dos PARAJASC. “Hoje a região não tem uma estrutura adequada para treinos e aperfeiçoamento para competir e ser modelo em Santa Catarina. Um pleito que sensibiliza e que merece nossa atenção. Na próxima semana farei os encaminhamentos necessários junto ao governo do Estado”, pontua.

O vice-presidente da Alesc ainda destaca que uma segunda opção para o aporte de recursos, tendo resposta negativa do Poder Executivo, será a sensibilização junto aos deputados que compõe a Bancada do Oeste. “Se o Governo sinalizar a inviabilidade do projeto, vamos tentar sensibilizar os colegas do oeste catarinense para que possamos implementar esse sonho, que é de toda a região”, comenta o deputado.

Comentários do Facebook