Chape empata com o Fluminense e não sai da zona de rebaixamento - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Chape empata com o Fluminense e não sai da zona de rebaixamento

Com o empate, Verdão irá amargurar no mínimo um mês no Z-4; Brasileirão só volta após o término da Copa América

Foto: Márcio Cunha/ACF

Chapecoense e Fluminense empataram na noite desta quinta-feira (13), na Arena Condá, em Chapecó. Em uma partida muita travada pelas reclamações e conversas do árbitro Ricardo Marques, o Verdão não conseguiu a vitória que tiraria a equipe da zona de rebaixamento. O gol da Chape foi marcado pelo artilheiro Everaldo e PH Ganso fez o tento dos cariocas.

Pressionada por estar na zona de rebaixamento, a Chapecoense começou o jogo da melhor forma, com um gol. Logo aos 2’, Camilo serviu um brilhante passe para Everaldo, o atacante cabeceou de longe e abriu o placar para o Verdão. Junto com Gabigol e Eduardo Sasha, Everaldo é um dos artilheiros do Campeonato Brasileiro com cinco gols.


Logo no início da partida, Everaldo abriu o placar para a Chape
Foto: Reprodução/Premiere

O Verdão jogava melhor e criava chances para aumentar o placar. Aos 9’, Gustavo Campanharo deixou Everaldo na cara do gol, mas desta vez o goleiro Agenor saiu bem da meta e impediu o segundo gol da Chape.

Aos 17’ o árbitro marcou uma falta no lado direito do ataque do Verdão. Na cobrança o meia Camilo mandou para a área do Fluminense e o zagueiro Douglas apareceu bem e cabeceou por cima do gol de Agenor.

Com um trio de ataque muito jovem, formado por Marcos Paulo, João Pedro e Brenner, o Fluminense tentava responder. Aos 21’, João Pedro tabelou com PH Ganso, o atacante invadiu a área do Verdão e chutou cruzado, o goleiro Tiepo fez boa defesa.

Chapecoense e Fluminense faziam um jogo bem equilibrado no meio-campo. Pelo estilo de jogo já conhecido do técnico Fernando Diniz, a equipe carioca ficava mais com a bola e tentava empatar em jogadas pelo lado esquerdo de defesa da Chape. Aos 25’, Daniel achou Igor Julião dentro da área, o lateral ganhou na corrida de Tiepo e tocou para trás, mas o atacante João Pedro chegou atrasado e desperdiçou a chance.

E o tão falado VAR apareceu na Arena Condá. Aos 37’, João Pedro recebeu na cara do gol e bateu na saída do goleiro Tiepo. O bandeirinha Felipe Alan Costa de Oliveira apontou o impedimento que foi confirmado pelo árbitro de vídeo.

Quase no fim do primeiro tempo saiu o gol do Fluminense. Aos 43’, Brenner passou pela marcação e chutou forte no meio do gol, Tiepo de uma forma no mínimo estranha espalmou para escanteio. Esse foi o último lance de perigo do primeiro tempo. Chapecoense bem fechada, marcou logo cedo e trabalhou a vantagem durante os primeiros 45 minutos.


Tiepo espalma para o escanteio
Foto: Reprodução/Premiere

No início do segundo tempo, a equipe carioca ditava o ritmo da partida. Com mais posse de bola, o Flu tentava criar chances, mas esbarrava na forte marcação da Chape. Aos 7’, o VAR apareceu novamente. Douglas, quando foi roubar a bola de João Pedro tocou com a mão nela. O árbitro Ricardo Marques foi até o VAR e três minutos depois marcou pênalti para os cariocas. Na cobrança, PH Ganso bateu no canto e empatou a partida.


PH Ganso empatou para o Fluminense
Foto: Reprodução/Premiere

Depois de muita confusão com atletas dos dois clubes, aos 24’ a Chape quase faz o segundo. Elicarlos dividiu com a zaga do Fluminense, a bola sobrou para Everaldo, mas ele chuta para fora.

A equipe do Verdão ficou muito nervosa com as pequenas decisões do árbitro Ricardo Marques, mas mesmo assim ela tentava o gol da vitória. Aos 35’, Douglas perdeu uma chance incrível. Após cobrança de Bryan, o zagueiro apareceu livre, mas ele chutou por cima.

Nos últimos minutos da partida o Verdão tentou uma pressão na zaga do Fluminense. Com um a mais, depois da expulsão do atleta Allan, a Chape foi com tudo para cima do time carioca. No abafa, a equipe catarinense não conseguiu o gol da vitória e empatou a partida na Arena Condá.

Com o empate, a Chape não sai da zona de rebaixamento e fica na 17º posição com oito pontos. Já o Fluminense, fica uma posição acima, com os mesmo pontos do Verdão, mas com saldo de gols melhor. Agora, o Campeonato Brasileiro para por conta da Copa América. A Chapecoense só volta a campo no domingo, 14 de julho contra o Atlético Mineiro, na Arena Condá.

Ficha Técnica

Chapecoense x Fluminense

Local: Arena Condá, Chapecó (SC)                                                            Data: 13 de junho de 2019, Quinta-feira
Horário: 20h (horário de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro  (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e  Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)                                                                                  VAR: Thiago Duarte Peixoto (SP)

Chapecoense:  Tiepo 98; Bryan 31 (Renato Kayser 9), Gum 3, Douglas 23 e Ernandes 21; Márcio Araújo 8, Elicarlos 86, Campanharo 10 (Aylon 18) e Camilo 88;  Arthur Gomes e Everaldo 77. Técnico: Ney Franco

Fluminense: Agenor 25; Igor Julião 21 (Mascarenhas 16), Nino 33, Yuri Lima 6 e Caio Henrique 19; Allan 29, Daniel 20 (Frazan 13) e Ganso 10; Marcos Paulo 32, João Pedro 23 e Brenner 30 (Ewandro 35). Técnico: Fernando Diniz

Cartão Amarelo: Igor Julião (FLU), Allan (FLU), Ganso (FLU), Everaldo (CHA), Camilo (CHA), Mascarenhas (FLU), Ewandro (FLU), Allan (FLU)

Cartão Vermelho: Allan (FLU)

Gol: Everaldo 77 (CHA), Ganso (FLU)