Carnês do IPTU 2020 já estão disponíveis em Chapecó

Os carnês do IPTU 2020 já estão disponíveis para os contribuintes, com três opções de pagamento

Os contribuintes também podem imprimir os carnês pela internet – Imagem: Site prefeitura/ClciRDC

A Administração Municipal informou que os carnês do Imposto Predial e Territorial Urbano IPTU 2020 – já estão disponíveis para os contribuintes chapecoenses. O pagamento do importo pode ser feito de três formas: à vista, com 10% de desconto; à vista, com 5% de desconto ou parcelado em até 10 vezes, sem desconto. A expectativa de arrecadação com o IPTU 2020 é de cerca de R$ 32 milhões. O ano passado encerrou com arrecadação de R$ 30 milhões. Chapecó tem 108.867 cadastros imobiliários.

De acordo com o secretário de Fazenda, Geralci João Ampolini, os locais de entrega não mudaram em relação aos anos anteriores: os carnês podem ser retirados no Departamento de Tributos, nas proximidade dos Correios, das 13h às 19h, e na Superintendência da Efapi, entre 7h e 19h, sem fechar ao meio dia. Os contribuintes também podem acessar os carnês pela internet, no site da prefeitura, no menu principal – IPTU 2020.

Desconto

A primeira opção, com 10% de desconto para o pagamento em uma única vez, vence em 10 de fevereiro, e com 5% de abatimento, em 10 de março. Para quem optar pelo parcelamento, a primeira parcela também vence no dia 10 de março. Os descontos só incidem sobre o valor do IPTU.

O Calendário Fiscal, definindo tributos, parcelamento, e datas de vencimento para recolhimento foi publicado no final de 2019. Vencidos os prazos previstos e fixados, os débitos ficam automaticamente sujeitos à atualização monetária, juros de mora e penalidades previstas na legislação tributária, bem como a inscrição do crédito tributário em dívida ativa dos contribuintes.

Segundo a Administração Municipal, não houve aumento real no pagamento do IPTU. Apenas a variação acumulada do Índice Nacional de Preços ao Consumidor – INPC, apurado pelo IBGE, no período compreendido entre 1º de dezembro de 2018 a 30 de novembro de 2019, de 3,3668%. O índice atualizou a Unidade Fiscal de Referência Municipal – UFRM, para o exercício de 2020, passando de R$ 4,1917 para R$ 4,3328. A UFRM é a referência para a atualização nos valores de tributos e taxas municipais.