Caixa faz audiências de conciliação para resolver dívidas atrasadas - ClicRDC | Notícias de Chapecó e região

Caixa faz audiências de conciliação para resolver dívidas atrasadas

Atendimento especial ocorre em Chapecó para clientes de toda região oeste

A Caixa Econômica Federal realizará nos dias 10 e 11 de abril, na cidade de Chapecó, audiências de conciliação para resolver dívidas atrasadas há mais de 60 dias de pessoas físicas e empresas. Os devedores poderão regularizar sua situação junto à CAIXA, em acordo extrajudicial. O banco oferece condições vantajosas como entrada facilitada, elasticidade no prazo, redução de taxas de juros e possibilidade de desconto no valor da dívida. As condições valem para contratos da área comercial e habitacional.

Atendimento- Em Chapecó o atendimento exclusivo acontecerá das 10h às 16h na sede administrativa da CAIXA, localizada à Rua Sete de Setembro, 91–D – 1º andar – Centro – Chapecó/SC. Os clientes podem agendar previamente seu horário de atendimento através do telefone (49) 2049-8750. Para aqueles que não puderem se deslocar a Chapecó, devem procurar uma das 36 agências da região, das 10h às 15h

Condições especiais – Aproximadamente cinco mil clientes podem se beneficiar destas condições especiais de renegociação. A maioria tem contratos de empréstimo pessoal, financiamento e crédito empresarial com alguma prestação pendente de pagamento. A situação pode ser regularizada com pagamento à vista com desconto ou parcelamento do saldo devedor com prazo maior e taxa de juros diferenciada, dependendo do enquadramento do contrato.

Taxas de juros menores – Recentemente a CAIXA anunciou a redução de meio ponto percentual na taxa de juros para renegociação de débitos. A nova taxa varia de acordo com o prazo e do tipo de crédito a ser renegociado. Segundo o superintendente regional da CAIXA, Ruben Valter Grams, “a ação visa facilitar a regularização de dívidas de pessoas físicas e de empresas que estejam em atraso e desta forma possam sair dos cadastros restritivos e voltar a ter crédito na praça”, explica. Enquadram-se também contratos habitacionais, com possibilidade de incorporação do saldo devedor e utilização do Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço (FGTS). Nos casos de crédito comercial, os descontos podem chegar até 90% do valor da dívida atualizada e o pagamento, em parcela única, programado de acordo com a necessidade do cliente. “Toda e qualquer proposta que o cliente fizer, será analisada por nossos empregados, que estão treinados e preparados para dar o melhor atendimento”, enfatiza.