Caixa Econômica informa sobre as medidas adotadas devido ao coronavírus

Acompanhe


A Caixa Econômica Federal realiza uma live, na manhã desta quinta-feira (19), para comentar sobre a situação da financeira e as medidas adotadas diante do coronavírus. O presidente da Caixa, Pedro Duarte Guimarães repassa as informações.

Nós falaremos de quatro grandes medidas, onde estaremos reduzindo os juros ou ampliando as taxas, limites de créditos e também permitindo que durante 60 dias das vezes se tenha um novo pagamento sem impacto para os clientes.

Capital de giro

O presidente comentou sobre o capital de giro e disse que o foco está na parte de comércio e serviço, que são os setores mais atingidos. “Nós temos reduções de até 45% nas taxas de crédito. Taxas que estavam na máxima de 2,76% ao mês e passaram a 1,51%. Esse é o cheque especial da empresa. Nós reduzimos em 45%, essa é a taxa máxima, realizamos um série de reduções em todas as linhas de crédito.

Carência de 60 dias

O presidente informou que foi dado 60 dias de carência.

“São duas operações: novos créditos, nos dois primeiros meses não há a necessidade de pagamentos de juros, nem principal. Para os créditos já existentes, nos dois primeiros meses, não há necessidade de pagamento de juros e principal”, informou.

Ações para Pessoas Físicas:

Possibilidade de pausa de até 60 dias nas operações parceladas de crédito pessoal;
Ampliação das linhas de crédito consignado, incluindo as linhas para aposentados e pensionistas do INSS com as melhores taxas do mercado;
Redução de taxa de juros nas linhas de crédito pessoal (crédito consignado a partir de 0,99% a.m., penhor a partir de 1,99% a.m. e CDC a partir de 2,17% a.m;
Disponibilização gratuita do cartão virtual de débito Caixa aos mais de 100 milhões de correntistas e poupadores, que possibilita compras online nos sites de e-commerce de forma prática e segura. O cliente pode habilitar o uso do cartão diretamente no Internet Banking CAIXA
Renovação do contrato de penhor diretamente no site da CAIXA e canal Telesserviço, evitando a necessidade de o cliente comparecer à uma agência bancária.

Ações para Empresas:

A Caixa dará apoio às micro e pequenas empresas, com redução de juros de até 45% nas linhas de capital de giro, com taxas a partir de 0,57% a.m.
Disponibilização de carência de até 60 dias nas operações parceladas de capital de giro e renegociação
Disponibilização de linhas de crédito especiais, com até seis meses de carência, para empresas que atuam nos setores de comércio e prestação de serviços, mais afetadas pelo momento atual
Linhas de aquisição de máquinas e equipamentos, com taxas reduzidas e até 60 meses para pagamento

Habitação:

Para contratos habitacionais de pessoa física, os clientes poderão solicitar a pausa estendida de até duas prestações pelo APP Habitação CAIXA, sem a necessidade de comparecimento às agências;
Empresas poderão solicitar pausa estendida de até duas prestações em seus contratos habitacionais;

Caixa Hospitais:

Liberação de R$ 3 bilhões em orçamento em linhas destinadas a Santas Casas e Hospitais Filantrópicos que prestam serviço ao SUS, para reestruturação de dívidas e novos recursos
Taxa de juros de 0,80% a.m. para prazos de até 60 meses (redução de 14%)
Taxa de juros de 0,87% a.m. para prazos de até 120 meses (redução de 23%)
Prazo de pagamento de até 120 meses e carência de até seis meses

Atendimento aos clientes:

Para minimizar os riscos de contaminação e exposição dos nossos clientes ao vírus COVID-19, a CAIXA recomenda a utilização dos canais digitais como Internet Banking, App CAIXA e terminais de autoatendimento.

Acompanhe a transmissão, realizada pela página do banco no Facebook.