OUÇA AO VIVO

InícioClicAgroUEA amplia cota para importação de carne brasileira; Projeto de fomento da...

UEA amplia cota para importação de carne brasileira; Projeto de fomento da cevada será lançado em Lages

ClicAgro - O seu boletim diário com as notícias do campo

UEA amplia cota para importação de carne brasileira

Créditos foto: iStock

A União Econômica Eurasiática (UEA) aprovou esta semana a ampliação de cotas para importação, com tarifa zero, de carne bovina e suína destinada ao processamento. Fazem parte do bloco a Rússia, Armênia, Belarus, Cazaquistão e Quirguistão.

A cota russa para carne bovina será válida para todo o ano de 2022, com volume de 200 mil toneladas. Para carne suína, a cota russa será de 100 mil toneladas, com validade entre 1º de janeiro e 30 de junho do próximo ano.

- Continua após o anúncio -

Além da Rússia, a medida prevê cotas que totalizam 38,5 mil toneladas de carne bovina fresca, refrigerada ou congelada, das quais 5 mil para a Armênia, 21 mil para o Cazaquistão, 5 mil para o Quirguistão e 7,5 mil para Belarus.

Também há cotas de carne suína congelada com volume de 5 mil toneladas para a Armênia e 7 mil para o Cazaquistão, e de carne suína fresca, refrigerada ou congelada no volume de 20 mil toneladas para Belarus.

As novas cotas de importação constam na Decisão 116/2021 da União Eurasiática. O tema foi tratado com o governo russo ao Governo Brasileiro.

Todas essas plantas já foram habilitadas no passado, mas tiveram as vendas suspensas desde 2017, devido à suposta detecção de ractopamina em produtos oriundos do Brasil. Em 2018, o mercado foi reaberto, mas com apenas poucos estabelecimentos habilitados.

Projeto de fomento da cevada será lançado hoje em Lages

Créditos foto: Divulgação/Epagri

Hoje, a Epagri e a Ambev reúnem produtores rurais do Planalto Serrano para apresentar o projeto de fomento da cevada em SC. O evento será na Fazenda Santa Catarina, de propriedade da Ambev, onde a empresa possui um campo experimental para produção do grão. No local os participantes terão oportunidade de visitar a plantação e conhecer os resultados prévios da safra 2021. O evento inicia às 9h.

A cevada é um cereal do qual se extrai o malte, um dos principais ingredientes da cerveja. O projeto de fomento desse grão em SC é coordenado pela Ambev com parceria da Epagri – que é responsável pela extensão rural; da Udesc – que realiza pesquisas na área de sanidade vegetal; e da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, que possui o Projeto de Incentivo ao Plantio de Cereais de Inverno Destinados à Produção de Grão. Além de abastecer a indústria, a cevada pode ser utilizada também para alimentação animal. A produção adquirida pela Ambev, quando não aproveitada na fabricação de cerveja, é revendida para fábricas de ração em Santa Catarina.

Crédito: boa notícia aos agricultores familiares

Os agricultores familiares passam a contar com um limite de acesso maior ao programa de incentivo à produção nas modalidades Compra com Doação Simultânea, Compra Direta e Apoio à Formação de Estoques. Com isso, os produtores podem obter o valor máximo de R$ 12 mil por unidade familiar. O novo limite está estabelecido no regramento do Programa Alimenta Brasil (PAB). Instituído pela Medida Provisória nº 1.061, de 9 de agosto de 2021, em substituição ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), o Alimenta Brasil tem como finalidade principal incentivar a agricultura familiar, promovendo a inclusão econômica e social dos agricultores familiares mais pobres. Ao mesmo tempo, o programa visa promover o acesso à alimentação, em quantidade, qualidade e regularidade necessárias, pelas pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional, sob a perspectiva do direito humano à alimentação adequada e saudável.
Além de estabelecer os valores máximos para pagamento aos agricultores e às organizações fornecedoras, por unidade familiar e por organização fornecedora, em cada modalidade, a proposição dispõe sobre os critérios de elegibilidade tanto dos beneficiários consumidores como dos beneficiários fornecedores. O texto também especifica a operacionalização do processo de compra e destinação dos alimentos, bem como detalha as modalidades do programa e os respectivos limites financeiros dos benefícios.

A Rota do gole será lançada no Oeste

Cachaça, licor, rum, graspa, vinho e cerveja são produzidas por vários empreendedores rurais do município de Quilombo. Entre os ingredientes para essas bebidas artesanais estão os conhecimentos herdados e repassados entre as gerações e os aspectos culturais marcantes da região. Para valorizar essa produção local será lançado no dia 15 de dezembro, às 17 horas, uma nova opção de turismo no município – a Rota do Gole. O evento acontecerá na Cachaçaria da Dona Nelva, na Linha Kennedy. A Rota mantém as tradições passadas entre as gerações, agrega valor aos produtos do município e incrementa ainda mais opções para os turistas.

Os principais atrativos são as paisagens rurais, a degustação dos produtos e uma boa conversa com as famílias do campo. Integram essa rota: Vinícola Dom Udério (Família De Cezaro), Cachaçaria Dona Nelva (Nelva Dalssaço), Vinícola Busnello (Família Busnello) e Cervejaria Enderle Bier (Família Enderle).

Fale conosco:

Envie informações e sugestões para o e-mail: [email protected] ou pelo telefone: (049) 9 8802-4673.

Cotações

Dólar: R$ 5,65

Saca da soja: R$ 163,82 

Saca de milho: R$ 86,22

Arroba do boi: R$ 309,50

Litro do leite: R$ 2,28

Patrocínio ClicAgro
Foto: Divulgação/ ClicRDC

ClicAgro tem o patrocínio:

Produce – Inovação colaborativa no campo (https://www.produce.agr.br/#/home)

Sicoob Maxicrédito, faça parte! (https://www.sicoob.com.br/web/sicoobmaxicredito)

Publicidade

Notícias relacionadas

SIGA O CLICRDC

123,931FansLike
45,000FollowersFollow
59,530FollowersFollow
6,620SubscribersSubscribe