OUÇA AO VIVO

InícioClicAgro-PETSuinocultura independente: fevereiro inicia com avanços nos preços

Suinocultura independente: fevereiro inicia com avanços nos preços

ClicAgro-Pet - O seu boletim diário com as notícias do campo

Divulgação

O mês de fevereiro iniciou com novos preços, em direção positiva, para a suinocultura independente. Na quinta-feira (01) as principais Bolsas de Suínos que negociam os animais na modalidade independente tiveram alta, com animais mais leves disponíveis no mercado e demanda melhor por parte dos frigoríficos.

“Mercado segue muito firme podendo ser classificado como eufórico. É o comportamento padrão que sempre ocorre na retomada de alta dos preços: forte encolhimento das ofertas e aparente aumento de demanda. Ainda tem fôlego para mais reajustes.”, disse o consultor de mercado da Associação, Alvimar Jalles.

Segundo informações da Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS), o valor do animal teve alta, saindo de R$ 5,85/kg vivo para R$ 6,11/kg vivo nesta semana.

- Continua após o anúncio -

No estado do Paraná, considerando a média semanal (entre os dias 25/01/2024 a 31/01/2024), o indicador do preço do quilo vivo do Laboratório de Pesquisas Econômicas em Suinocultura (Lapesui) da Universidade Federal do Paraná (UFPR) teve queda de 9,44%, fechando a semana em R$ 5,51/kg vivo.

“Espera-se que na próxima semana o preço do suíno vivo se mantenha, podendo ser cotado a R$ 6,14/kg vivo”, informa o reporte do Lapesui.

Fonte: Notícias Agrícolas

Cotações:
⦁ Dólar: R$ 4,92
⦁ Saca da soja 60kg: R$ 118,84
⦁ Saca de feijão carioca 60kg: R$ 317,31
⦁ Saca de feijão preto 60kg: R$ 332,26
⦁ Saca de milho 60kg: R$ 61,95
⦁ Arroba do boi: R$ 247,10
⦁ Litro do leite: R$ 2,01

Publicidade

Notícias relacionadas

SIGA O CLICRDC

141,000SeguidoresCurtir
71,800SeguidoresSeguir
56,300SeguidoresSeguir
12,500InscritosInscreva-se