OUÇA AO VIVO

InícioClicAgro-PETPressão da cigarrinha-do-milho exige alternativas

Pressão da cigarrinha-do-milho exige alternativas

ClicAgro-Pet - O seu boletim diário com as notícias do campo

Divulgação

O fenômeno do El Niño tem provocado uma grande incidência de cigarrinha-do-milho, o que exige novas alternativas de manejo e controle. A Sipcam Nichino Brasil lançou o inseticida Fiera, uma solução avançada para combater a cigarrinha-do-milho, uma praga desafiadora na safra de milho, especialmente em condições climáticas extremas ligadas ao El Niño.

Desenvolvido ao longo de cinco anos por pesquisadores renomados, o Fiera destaca-se por sua eficácia no controle da fase ‘ninfa’ da cigarrinha, agindo também nos ovos e na reprodução das fêmeas. Essa abordagem inovadora visa interromper o ciclo da praga, sendo uma resposta estratégica diante da pressão significativa da cigarrinha-do-milho em várias regiões do país desde outubro.

Conforme o engenheiro agrônomo José de Freitas, da área de desenvolvimento de mercado, no estágio ninfa, posterior à postura e eclosão dos ovos, ocorre a fase mais desafiadora para controle da praga. “Ninfas adquirem e portam fitopatógenos, transmissores de doenças. Por isso, monitorar a lavoura se impõe como medida estratégica, sobretudo em relação à presença de insetos adultos e de ninfas nas folhas mais velhas do milho.

- Continua após o anúncio -

Além disso, em situação de alta pressão, na fase reprodutiva da praga pode ocorrer a ‘fumagina’ nas folhas, restritiva ao potencial fotossintético de plantas e limitante à produção”, reforça. “Numa infestação elevada, a praga tem potencial para inviabilizar toda a produção de uma lavoura.”

Em testes de laboratório, demonstrou uma eficácia forte no controle de ninfas da cigarrinha-do-milho (95% a 100%). Também reduziu significativamente a postura de ovos (66%), a eclosão (92%) e a viabilidade reprodutiva (79%) da praga. Com ação por contato e vapor, afeta todos os estágios do ciclo da cigarrinha-do-milho, contribuindo para a supressão de populações futuras e quebrando o ciclo da praga.

Fonte: Agrolink

Cotações:
⦁ Dólar: R$ 4,97
⦁ Saca da soja 60kg: R$ 118,87
⦁ Saca de feijão carioca 60kg: R$ 284,35
⦁ Saca de feijão preto 60kg: R$ 342,26
⦁ Saca de milho 60kg: R$ 62,17
⦁ Arroba do boi: R$ 239,35
⦁ Litro do leite: R$ 2,06

Publicidade

Notícias relacionadas

SIGA O CLICRDC

141,000SeguidoresCurtir
71,800SeguidoresSeguir
56,300SeguidoresSeguir
12,500InscritosInscreva-se