OUÇA AO VIVO

InícioClicAgroOperação 'Declara Agro' busca combater sonegação fiscal de produtores; cultivo da mandioca...

Operação ‘Declara Agro’ busca combater sonegação fiscal de produtores; cultivo da mandioca tem bons resultados

ClicAgro - O seu boletim diário com as notícias do campo

Combate à sonegação fiscal

Créditos foto: Divulgação/Site Gestor Total

Muitos produtores rurais têm alguma irregularidade com a Declaração do Imposto de Renda e estão na mira da Receita Federal. Para regularizar a situação fiscal e evitar sanções, a Receita Federal lançou, em maio, a operação DECLARA AGRO voltada a combater a sonegação de imposto de renda na atividade rural no Paraná e em Santa Catarina.

A ação tem o apoio das Federações da Agricultura e Pecuária de Santa Catarina (FAESC) e Paraná (FAEP) e notificará produtores rurais que deveriam ter informado seus rendimentos, mas que não o fizeram. Eles serão notificados a entregar a declaração de ajuste anual do imposto de renda, sob pena de multa e de outras sanções. A estimativa da Receita Federal é de que os prejuízos causados pela sonegação fiscal na atividade rural cheguem a R$ 1 bilhão.

- Continua após o anúncio -

Bons resultados no cultivo da mandioca

Créditos foto: Divulgação/westwing

Plantar a mesma quantidade de mandioca e produzir cerca de 30% a mais de farinha. Com essa vantagem, o cultivar SCS254 Sambaqui, da Epagri, conquista cada vez mais agricultores e proprietários de engenhos em Santa Catarina. A mandioca Sambaqui foi lançada em 2014 pela Estação Experimental da Epagri de Urussanga, como resultado de um trabalho de pesquisa voltado para as necessidades da cadeia produtiva de farinha. Hoje, ela ocupa uma área de cerca de 1,1 mil hectares em Santa Catarina e ganha espaço a cada ano.

A mandioca Sambaqui ainda gera economia no transporte das raízes – já que menos cargas são necessárias para produzir a mesma quantidade de farinha ou fécula – e consome menos energia e tempo no beneficiamento. Sem falar na redução dos resíduos líquidos (conhecidos como manipueira) descartados no processo de fabricação.

Postos de fiscalização

Na última semana, o Diretor de Planejamento e Inovação Junior Kunz, da Cidasc, visitou os Postos de Fiscalização de Mondaí e Itapiranga, com objetivo de planejar melhorias para as estruturas e promover maior conforto para os colaboradores, com isso fortalecer os serviços de fiscalização agropecuária na região.

Uma atividade decisiva realizada pela Cidasc desde sua fundação (1989) para promover medidas de proteção sanitária é a fiscalização de veículos e cargas em postos nas divisas do estado com o Rio Grande do Sul e o Paraná e na fronteira com a Argentina ou em barreiras móveis nas estradas.

Contrato futuro

O contrato futuro de dezembro do boi gordo, ontem, chegou a surpreender pelo tamanho do recuo, acima de 4,55%. A @ é negociada a R$ 282.

A restrição da China na ponta compradora, após da questão sanitária do Mal da Vaca Louca, além dos vencimentos mais curtos, contamina até o último mês do ano, quando, tradicionalmente, o boi tem um pouco mais de tração pelas festas de fim de ano. O clima é de pessimismo no Mercado da carne bovina.

As perdas são constantes desde o começo de setembro e reflete a brusca queda de necessidade de compras no mercado físico pelos frigoríficos.

Fale conosco:

Envie informações e sugestões para o e-mail: [email protected] ou pelo telefone: (049) 9 8802-4673.

Cotações

Dólar: R$ 5,46

Saca da soja: R$ 168,31

Saca de milho: R$ 92,03

Arroba do boi: R$ 319.00

Litro do leite: R$ 2,28

Patrocínio ClicAgro
Foto: Divulgação/ ClicRDC

ClicAgro tem o patrocínio:

Produce – Inovação colaborativa no campo (https://www.produce.agr.br/#/home)

Sicoob Maxicrédito, faça parte! (https://www.sicoob.com.br/web/sicoobmaxicredito)

Publicidade

Notícias relacionadas

SIGA O CLICRDC

123,931FansLike
45,000FollowersFollow
59,846FollowersFollow
6,620SubscribersSubscribe