OUÇA AO VIVO

InícioClicAgroNovas regras para utilização e pesquisas de Agrotóxicos; mercado da carne bovina...

Novas regras para utilização e pesquisas de Agrotóxicos; mercado da carne bovina tem nova semana de expectativa

ClicAgro - O seu boletim diário com as notícias do campo

Novas regras para utilização e pesquisas de Agrotóxicos 1

Créditos foto: Divulgação/MAPA

O Governo Federal publicou no dia 8 de outubro, o Decreto Nº 10.833, que altera as regras sobre produção, pesquisa, registro, utilização, importação e exportação de agrotóxicos no país. Os principais objetivos são reformular o processo de análise de registros, facilitar a pesquisa para viabilizar inovações tecnológicas e implementar ações para proteger os aplicadores.

O decreto publicado altera o Decreto 4.074, de 2002, que regulamenta a Lei 7.802, de 1989. As mudanças foram necessárias para atualizar dispositivos da legislação que já estavam ultrapassados, em função de avanços práticos e tecnológicos e na ciência ocorridos no setor.

- Continua após o anúncio -

Novas regras para utilização e pesquisas de Agrotóxicos 2

O próprio decreto anterior já tem sido alterado ao longo dos anos para se adequar às novas realidades e demandas do setor agropecuário do Brasil.

Em um dos principais avanços, o novo texto determina a criação de registros de aplicadores, com a obrigatoriedade de treinamento para os profissionais aplicadores em campo. A medida será importante para aumentar a conscientização sobre riscos, bem como orientar a aplicação adequada visando à proteção do meio ambiente, à segurança alimentar e às melhores práticas para a saúde humana.

O decreto também permite a inclusão de recomendação para agricultura orgânica em produtos já registrados, desde que sejam aprovados e avaliados como adequados para este fim. Além disso, os produtos fitossanitários com uso aprovado na agricultura orgânica também podem ser produzidos para uso próprio na agricultura convencional sem a necessidade de registro.

Mercado da carne bovina tem nova semana de expectativa

A China começa a semana gerando expectativa de que volte a operar nos mercados de carne bovina. Vale lembrar da restrição imposta ao Brasil desde 3 de setembro, pelos episódios da vaca louca.

Como se presume que o maior cliente brasileiro deva retomar os negócios, visando a tradicional formação de estoques para a virada do ano e Ano Novo Lunar (fevereiro), a cada dia que passa as esperanças são renovadas, mesmo que amanhã seja feriado no Brasil.

1º Prêmio ACI/OCESC de Jornalismo

Criado pela Associação Catarinense de Imprensa em parceria com a Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (OCESC), a primeira edição do prêmio de Jornalismo reconhecerá a produção jornalística de Santa Catarina no período entre novembro de 2020 e outubro de 2021.

Podem participar profissionais e estudantes de Jornalismo de todo o Estado em sete categorias: Texto, Vídeo, Áudio, Fotojornalismo, Jornalismo Visual, Jornalismo Universitário e Cooperativismo, modalidade criada nesta edição de estreia para contemplar reportagens sobre um setor em expansão na economia catarinense.

Com inscrições gratuitas e abertas até 31 de outubro, o 1º Prêmio ACI OCESC de Jornalismo distribuirá R$ 73,2 mil aos trabalhos vencedores.

Dia de Campo em Ituporanga 1

Na próxima quarta-feira (13), a partir das 13h, a Estação Experimental da Epagri em Ituporanga realiza Dia de Campo sobre cebola.

O Dia de Campo neste ano contará com a presença somente de técnicos da Epagri e de outras instituições da região. Caberá a eles repassar aos agricultores as informações coletadas na atividade.

Os convidados vão conhecer as novidades da pesquisa com cebola nas cinco estações temáticas. Em uma das estações, os visitantes poderão ver ensaios que abordam estratégias químicas e culturais a serem integradas no manejo das bacterioses, que são responsáveis por grandes perdas na cadeia produtiva da cebola.

Dia de Campo em Ituporanga 2

Também será apresentado estudo sobre fontes de nitrogênio e potássio na nutrição da cultura da cebola. Os resultados de dois anos de pesquisa revelaram que não há discrepância significativa no rendimento e na conservação pós-colheita quando se opta por uma ou outra fonte de nutrição. Como há uma diferença de até quatro vezes nos custos entre as fontes de potássio e de nitrogênio, o estudo permite indicar ao produtor a fonte que tem menor custo por unidade de nutriente.

Fale conosco:

Envie informações e sugestões para o e-mail: [email protected] ou pelo telefone: (049) 9 8802-4673.

Cotações

Dólar: R$ 5,51

Saca da soja: R$ 169,36

Saca de milho: R$ 91,03

Arroba do boi: R$ 310,50

Litro do leite: R$ 2,28

Patrocínio ClicAgro
Foto: Divulgação/ ClicRDC

ClicAgro tem o patrocínio:

Produce – Inovação colaborativa no campo (https://www.produce.agr.br/#/home)

Sicoob Maxicrédito, faça parte! (https://www.sicoob.com.br/web/sicoobmaxicredito)

Publicidade

Notícias relacionadas

SIGA O CLICRDC

123,931FansLike
45,000FollowersFollow
59,846FollowersFollow
6,620SubscribersSubscribe