OUÇA AO VIVO

InícioClicAgro-PETNovas cultivares de nectarinas estendem oferta de frutas para consumidores

Novas cultivares de nectarinas estendem oferta de frutas para consumidores

ClicAgro-Pet - O seu boletim diário com as notícias do campo

Foto: Embrapa

Pelotas, Rio Grande do Sul (Canal Rural) – O mercado de frutas ganha um reforço significativo com o lançamento de três novas cultivares de nectarineiras pela Embrapa Clima Temperado. Batizadas de BRS Cathy, BRS Dani e BRS Janita, essas variedades foram desenvolvidas para proporcionar aos produtores um período de colheita mais prolongado, garantindo disponibilidade de frutas nos pomares do fim de outubro até o fim de dezembro.

O Programa de Melhoramento Genético de Frutas de Caroço, liderado pela Embrapa, dedicou mais de quinze anos de pesquisas e testes para o desenvolvimento dessas novas cultivares. Segundo a pesquisadora Maria do Carmo Bassols Raseira, uma das líderes do projeto, a escolha de lançar as três variedades simultaneamente foi estratégica, considerando que suas características se complementam e atendem às demandas do mercado.

“As novas nectarineiras foram selecionadas por sua doçura, baixa acidez e sequência na maturação. Isso permite que os produtores tenham uma oferta contínua e diversificada durante a temporada”, destaca Maria do Carmo.

- Continua após o anúncio -

Em Pelotas (RS), onde foram realizadas as principais avaliações a campo, o ciclo de maturação tem início com a BRS Cathy, que pode ser colhida a partir do final de outubro ou início de novembro. Em seguida, a BRS Dani está pronta para a colheita a partir da segunda quinzena de novembro, seguida pela BRS Janita a partir da segunda semana de dezembro.

O foco dessas novas cultivares está voltado para o mercado in natura, atendendo à crescente demanda por frutas frescas e de qualidade. Com esses lançamentos, os produtores têm a oportunidade de diversificar suas produções e garantir um abastecimento estável ao longo da temporada de colheita. A expectativa é que as novas nectarineiras impulsionem ainda mais o setor frutícola brasileiro, oferecendo produtos de alto valor agregado aos consumidores.

Cotações:
⦁ Dólar: R$ 4,92
⦁ Saca da soja 60kg: R$ 120,72
⦁ Saca de feijão carioca 60kg: R$ 317,31
⦁ Saca de feijão preto 60kg: R$ 332,26
⦁ Saca de milho 60kg: R$ 62,24
⦁ Arroba do boi: R$ 247,40
⦁ Litro do leite: R$ 2,01

Publicidade

Notícias relacionadas

SIGA O CLICRDC

141,000SeguidoresCurtir
71,800SeguidoresSeguir
56,300SeguidoresSeguir
12,500InscritosInscreva-se