OUÇA AO VIVO

InícioClicAgroMAPA confirma casos da 'Vaca Louca' no Brasil; ministros das Américas se...

MAPA confirma casos da ‘Vaca Louca’ no Brasil; ministros das Américas se comprometem a combater a Peste Suína Africana

ClicAgro - O seu boletim diário com as notícias do campo

Por Fernando Mattos

MAPA confirma casos da Vaca Louca no Brasil

Créditos foto: Getty Images

No último sábado (04) uma notícia preocupante foi confirmada pelo Governo Brasileiro. A Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento confirmou a ocorrência de dois casos atípicos de “mal da vaca louca” em frigoríficos de Nova Canaã do Norte (MT) e de Belo Horizonte (MG). Estes são o quarto e o quinto casos atípicos registrados em mais de 23 anos de vigilância para a doença, segundo o ministério. O Brasil nunca havia registrado a ocorrência de um caso da doença, enfatizou o MAPA.

- Continua após o anúncio -

O Brasil já notificou à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), conforme preveem as normas internacionais. Uma das primeiras consequências da notícia foi a suspensão das exportações para a China. Estaremos acompanhando os desdobramentos desta pauta importante e preocupante.

Intensificação de ações preventivas a PSA nas Américas

Os ministros de Agricultura das Américas se comprometeram a combater a Peste Suína Africana com iniciativas nacionais e hemisféricas e de forma coordenada. O compromisso foi firmado na Conferência de Ministros de Agricultura das Américas 2021/Junta Interamericana de Agricultura (JIA), realizada na última semana, em San José, na Costa Rica. A doença foi detectada na República Dominicana e suscitou preocupações em toda a região devido ao seu potencial efeito sobre a produção suína. No evento, o ministro da Agricultura da República Dominicana, Limber Cruz, informou sobre a situação atual e ações em curso em seu país, que notificou oficialmente o aparecimento da doença em seu território em julho.

Os ministros dos 34 países integrantes do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) se comprometeram a realizar ações conjuntas com a colaboração de organizações internacionais ligadas à produção de alimentos e à saúde animal. Além disso, solicitaram apoio ao desenvolvimento e a execução de projetos e ações binacionais, e implementação de planos de trabalho definidos nos espaços sub regionais, com o objetivo de erradicar os surtos e prevenir e conter a propagação. do vírus, para que o Hemisfério recupere a condição de livre da Peste Suína Africana.

Intensificação também em Santa Catarina

A sanidade ou saúde agropecuária é um dos pilares de sustentação da produção animal, principalmente em casos de notificação de doenças animais em outros estados ou países. O Departamento Regional da Cidasc de Lages realizou, no final de agosto, ação de educação sanitária a produtores de suínos do município de Correia Pinto. Para evitar o ingresso da PSA no plantel catarinense, é preciso aplicar medidas de biossegurança em todos os níveis: melhorando os itens de proteção e evitando visitas nas granjas, intensificando as fiscalizações nas bagagens de viajantes, reforçando a fiscalização para evitar a alimentação de suínos com restos de alimentos e sensibilizando a todos os catarinenses, por meio da educação sanitária, sobre essa doença e os cuidados necessários. Santa Catarina está em alerta, visto que além de ser o maior criador de suínos é também o maior exportador do produto e, além disso, é muito visitado por turistas de várias regiões e o vírus da PSA tem o potencial de se espalhar rapidamente devido a sua resistência no ambiente.

Tomate é tema de capacitação em Curitibanos

O tomate é uma das hortaliças mais difíceis de produzir no sistema orgânico e, por isso, foi o tema de uma capacitação sobre cultivo sustentável de hortaliças realizada pela Epagri em Curitibanos. O evento ocorreu no mês de agosto, 46 agricultores e técnicos do município assistiram a uma palestra com o pesquisador Rafael Morales, da Estação Experimental da Epagri de Itajaí, sobre o Tomatorg – Sistema Orgânico de Produção de Tomates em Santa Catarina.
Os participantes aprenderam a fazer o cultivo protegido de hortaliças e conheceram todas as etapas do processo, incluindo a escolha correta do local, a construção do abrigo, o manejo da irrigação e da adubação e o plantio direto.

O Tomatorg é um sistema orgânico de produção de tomate desenvolvido pela Estação Experimental da Epagri em Itajaí (EEI). O sistema discrimina todas as práticas culturais necessárias para produzir tomates orgânicos, entre elas a produção em abrigos, a adubação com base em composto orgânico, a enxertia, o uso de biofertilizantes e de agentes de controle biológico. Essas tecnologias possibilitam que alguns produtores obtenham rendimentos superiores a 80t/ha – o dobro do observado comumente nos cultivos orgânicos do Estado.

Fale conosco:

Envie informações e sugestões para o e-mail: fernandojbma[email protected] ou pelo telefone: (049) 9 8802-4673.

Publicidade

Notícias relacionadas

SIGA O CLICRDC

123,931FansLike
45,000FollowersFollow
59,846FollowersFollow
6,620SubscribersSubscribe