OUÇA AO VIVO

InícioGERALNova sede da Câmara de Chapecó

Nova sede da Câmara de Chapecó

Foto: Divulgação

O prefeito João Rodrigues (PSD) lançará um novo pacote de obras para Chapecó, nesta terça-feira (2), às 19h, no Centro de Eventos. O pacote contempla um novo prédio para a Câmara de Vereadores e ainda o Elevado da Attilio Fontana, Parque Alberto Fin e Escola de Talentos.

Há anos se discute a construção de uma nova sede para o Legislativo chapecoense. Já foi cogitado usar o prédio da antiga Prefeitura, onde atualmente funciona o setor de tributos, também houve planos no Terminal Rodoviário, e agora a nova sede da Câmara será definitivamente construída ao lado do Ginásio Ivo Silveira, com valor estimado em R$ 15 milhões. O atual prédio tem um custo aproximado de R$ 1 milhão por ano.

Falando nele

- Continua após o anúncio -

João Rodrigues ficou estupefato com a forma como o prefeito de Xanxerê Oscar Martarello (PL) reagiu ao anúncio que Edson Marció é o pré-candidato pessedista na capital do milho. Posteriormente, já mais calmo, Martarello minimizou o ocorrido, mas o fato é que a falta de compostura, mesmo que momentânea, gerou um desgaste desnecessário.

É do jogo

A disputa por espaço é legítima, João e o PSD buscam expansão, assim como o PL defende o projeto do governador Jorginho. Na questão da interferência local, além de João Rodrigues já ter dito publicamente, fui informado por mais gente do PSD de Chapecó que a mudança no comando do partido em Xanxerê e a pré-candidatura de Marció foram conversadas com o ex-prefeito Avelino Menegolla dias antes de João começar a dar entrevistas sobre.

Menegolla

O ex-prefeito Avelino Menegolla, no entanto, me disse o oposto, que ficou sabendo do movimento e conversou com João por telefone apenas no final da tarde de segunda-feira (25) – João daria entrevistas na manhã seguinte já com Marció como pré-candidato.

Daquele seu jeito tranquilo, Menegolla disse que ficou aborrecido pela falta de consideração, mas que foi coisa de momento. Reclamou que deveriam ter falado com ele antes, mas poupou Eron Giordani, presidente estadual do PSD, dizendo que “eu sei que ele não faria isso sem vir falar comigo”.

Deixa o PSD?

Há cerca de um mês havia definições para o PSD montar a nominata para vereador e apoiar o Martarello na majoritária. Além da indignação pela perda da sigla na futura chapa, o prefeito de Xanxerê também tomou as dores do ex-prefeito Menegolla. Questionado sobre uma possível saída do partido, Menegolla respondeu brevemente: “Não sei ainda”.

Fonte: SC em Pauta

Publicidade

Notícias relacionadas

SIGA O CLICRDC

141,000SeguidoresCurtir
71,800SeguidoresSeguir
56,300SeguidoresSeguir
12,500InscritosInscreva-se