OUÇA AO VIVO

InícioGERALMovimento ‘Segurança Pública em Alerta’ tentam sensibilizar parlamentares sobre Reforma da Previdência...

Movimento ‘Segurança Pública em Alerta’ tentam sensibilizar parlamentares sobre Reforma da Previdência em frente à Alesc

Eles se manifestam contra a perda de direitos da segurança pública civil


A votação referente à Reforma da Previdência acontece nesta quarta-feira (4), na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). Em frente ao prédio onde os deputados catarinenses votam, os membros do movimento ‘Segurança Pública em Alerta’ – que envolvem representantes da Polícia Civil, do Departamento de Administração Prisional (DEAP) e do Instituto Geral de Perícias (IGP) – tentam sensibilizar os parlamentares sobre a perda de direitos da categoria com a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 5/2021 e o Projeto de Lei Complementar (PLC) 10/2021. 

Em contato com o ClicRDC, o presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Santa Catarina, Elmar Schimidt Osório, informou que o movimento não é contra a Reforma da Previdência e não está atrás de novos direitos ou privilégios. No entanto, os representantes buscam sensibilizar os parlamentares para que nenhum direito conquistado pela categoria seja perdido – especialmente no que diz respeito à paridade e integralidade dos servidores que entraram no serviço público até setembro de 2016. 

“É um dia histórico para a segurança pública civil, em especial à Polícia Civil”, disse. Segundo ele, a Reforma é um pleito que causa prejuízos aos profissionais. “Faltou nas negociações com os representantes do governo a sensibilidade com o nosso pleito”, informou o presidente. 

- Continua após o anúncio -

Elmar ressaltou que o movimento é sério, organizado e ordeiro, que não pretende trazer qualquer prejuízo à população. Na regional de Chapecó, deslocaram-se até Florianópolis aproximadamente 37 policiais.

Publicidade

Notícias relacionadas

SIGA O CLICRDC

123,931FansLike
45,000FollowersFollow
59,940FollowersFollow
6,620SubscribersSubscribe