Família colombiana viaja 8000 km de bicicleta e visita Chapecó - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Família colombiana viaja 8000 km de bicicleta e visita Chapecó

O casal, o filho de quatro anos e o cãozinho da família viajaram por cerca de um ano e sete meses até chegar a Chapecó

Foto: Arquivo Pessoal

Um casal de colombianos, junto com o filho de quatro anos e a Jaboticaba- o cãozinho de estimação da família – chegaram a Chapecó na última semana, após um ano e sete meses de viagem. Eles saíram de Bogotá, na Colômbia, em 15 de janeiro de 2018. O percurso todo foi percorrido com bicicletas. O Brasil é o sétimo país que o casal visita.

Marcos Ferreyra de 30 anos e Lina Ramírez de 27 anos viajaram por seis países até chegar ao Brasil: Colômbia, Equador, Peru, Bolívia, Argentina e Uruguai. Na passagem pelo Uruguai, eles tiveram um encontro especial- conheceram o ex-presidente uruguaio, José Mujica.



O filho, Adrián Ferreyra Ramírez de quatro anos, acompanha os pais e a Jaboticaba na viagem.  Marcos e Lina são veterinários e vivem na cidade de Madrid, próxima a Bogotá.



Desafios

Percorrer o caminho todo de bicicleta é uma façanha que poucos se desafiariam. No entanto, para Marcos o desafio é mais psicológico, que demanda trabalhar a mente. “Se você pensar que a Colômbia esta muito longe, é quase impossível pensar em percorrer o trajeto, então é algo mental”, considera.

No trajeto, os veterinários realizaram castração em cães e gatos a custo social. Para eles, é uma forma de ajudar quem tem um poder aquisitivo menor e também de arrecadar dinheiro para algumas necessidades da família. No Brasil, no entanto, eles não realizam a atividade, pois não possuem a documentação necessária, também por não terem o domínio da língua portuguesa. “Ainda estamos aprendendo a falar em português”, contou Marcos.

Outra forma da família se manter durante a viagem é a venda ou troca de fotografias, tiradas por Lina. Eles comercializam as imagens ou trocam por produtos, alimentos ou algo que precisam. Já Marcos viaja com o violão e através da música consegue algum dinheiro também. No trajeto percorrido, a família comentou que questões econômicas, de saúde e de segurança pública não chegam a ser problemas, reitera que a maior dificuldade é a psicológica.  

Rota

O Brasil estava na rota dos colombianos, eles relataram que tinham muita vontade de conhece Chapecó (SC).

“Queríamos vir a Chapecó há muito tempo, na Colômbia há muita lembrança do povo chapecoense. Nós gostamos muito de Chapecó e há muito respeito”, destacou Marcos.


Foto: Arquivo Pessoal

Na última sexta-feira (9), a família aproveitou para conhecer a Arena Condá e também visitaram Átrio Davi Barella Dávi. “Tínhamos muita vontade de conhecer”, disse o ciclista.

Brasil

O casal chegou ao país pelo estado Rio Grande do Sul. A família não lembra o nome de todas as cidades que passaram, mas destacam que passaram por San Vicente, São Pedro, Cruz Alta e Panambi.

Lina compartilhou no perfil do Instagram a passagem por Panambi, onde visitaram o museu Militar Brasileiro. “Em nossas viagens  conhecemos vários lugares e histórias. Que melhor maneira de educar, do que está? Hoje conhecemos o Museu Militar Brasileiro – com objetos da Primeira e Segunda Guerra Mundial. Aprender a história para não repeti-la”, escreveu.


Planos

No domingo (11), para dar sequência ao sonho de conhecer novos lugares, a família seguiu viagem rumo ao litoral. Agora eles querem conhecer a praia. “Vamos parar um pouco em uma praia brasileira, no entanto, não sabemos onde ainda”, conta Marcos.

Depois do Brasil, o casal pretende voltar para o Peru e trabalhar por um tempo, para depois voltar a viajar por novas rotas.


Comentários do Facebook