Chapecó lança o “Movimento Lixo Zero” - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Chapecó lança o “Movimento Lixo Zero”

O projeto da administração municipal visa reduzir ou mesmo dar fim ao encaminhamento de lixo para aterros sanitários ou para incineração até 2030

Nesta terça-feira (12), no Centro de Evento Plínio Arlindo De Nes, na Sala Agostinho Duarte, a prefeitura de Chapecó lançou o “Movimento Lixo Zero”.  O conceito do projeto consiste no máximo aproveitamento e correto direcionamento dos resíduos recicláveis e orgânicos do município. Ele Visa a redução ou mesmo o fim do encaminhamento desses materiais para os aterros sanitários ou para a incineração até 2030. O lançamento contou com a presença do prefeito Luciano Buligon.

Foto: Diego Antunes/SonoraFM

Segundo a prefeitura, uma gestão Lixo Zero é aquela que não permite que ocorra a geração do lixo, que é a mistura de resíduos recicláveis, orgânicos e rejeitos.

O “Movimento Lixo Zero” é um conceito de vida, tanto urbano como rural, no qual o indivíduo passa a refletir e se tornar consciente dos caminhos e finalidades de seus resíduos antes de descartá-los. No processo de conscientização, busca envolver as organizações e difundir estes quatro princípios:

Repensar: Acabar com a ideia de que resíduos são sujos. Não descartar no lixo comum materiais que poderiam ser reciclados.

Reutilizar: Diversos objetos e materiais podem ser utilizados de outra maneira antes de serem encaminhados para a reciclagem. Por exemplo, pode-se usar os dois lados das folhas de papel.

Reduzir: Gerar o mínimo possível de lixo. Ao invés de lixeiras, usar residuários e contêineres para acomodar os materiais.

Reciclar: Aproveitar a matéria-prima do resíduo para reproduzir o mesmo ou fabricar outro tipo de produto, sem encaminhá-lo para aterros.

O projeto prevê que até 2020, a prefeitura de Chapecó e suas secretarias municipais se tornarão efetivamente lixo zero. Outro ponto do movimento é fazer a cidade se tornar lixo zero até 2030. Para isso, a administração municipal pede para todas as entidades empresariais, de classe, educacionais, sindicais, culturais ou que representem qualquer tipo de movimento econômico participem da ação.