Vítimas de acidente no Oeste eram familiares de jogador da Chapecoense

O acidente aconteceu na noite de quarta-feira (5)

Foto: Reprodução/Redes Socias

As três pessoas que morreram em um acidente na SC-157, em São Lourenço do Oeste, foram identificadas. Altieres Vargas, 37, Célia Vargas, 42 anos, e João Vargas, 14 anos eram pai, mãe e irmão do atleta Matheus Vargas, da categoria sub-20 da Chapecoense. 

O acidente aconteceu por volta das 23:45h e envolveu um caminhão VW, com placa de Formosa do Sul (SC) e um carro Ford/Ecosport, emplacado em Mariópolis (PR). A família foi encontrada já sem vida presa às ferragens pelo corpo de bombeiros.

Altieres, Célia e João moravam em Mariópolis, no Paraná. A Prefeitura Municipal da cidade, informou através de nota, que a família era atuante na comunidade. Célia Vargas era professora e diretora de uma escola no município. 

A Associação Chapecoense de Futebol divulgou uma nota de pesar na tarde desta quinta-feira (6). Veja a nota: 


A Associação Chapecoense de Futebol expressa o seu profundo pesar e toda a sua solidariedade ao atleta Matheus Vargas, da categoria sub-20, que – de maneira inimaginável – perdeu os pais e o irmão em trágico acidente de trânsito ocorrido na noite da última quarta-feira (05), em São Lourenço do Oeste. 
Neste momento tão difícil e diante de tamanha perda, o clube manifesta ao atleta e aos seus familiares o sincero desejo de força. Que as boas lembranças sempre permaneçam e que, através delas, seja possível encontrar conforto e os motivos necessários para seguir em frente e, principalmente, para continuar perseguindo o sonho de se tornar um grande jogador. 
Por fim, o clube reitera que todo o suporte e a assistência estão sendo prestados ao atleta, que já está em Mariópolis (PR) para os cortejos fúnebres.


A família será velada no Pavilhão da Igreja Matriz, em Mariópolis (PR).