Homem morre após ser atropelado três vezes por motorista com sinais de embriaguez

Caso aconteceu na saída de um baile; mulher não prestou socorro

Foto ilustrativa – Foto: ClicRDC

Um homem, de 22 anos, morreu após ser atropelado três vezes por uma motorista com sinais de embriaguez, na rua Valentim Rubi, bairro Limeira, em Pinhal Grande, próximo a Santa Maria, na região central do Rio Grande do Sul. O fato aconteceu na madrugada do domingo (16), na saída de um baile. A vítima foi identificada como Robson Santos da Silva.

Após atropelar a vítima, a mulher que conduzia o automóvel não prestou socorro. Robson chegou a ser encaminhado ao Hospital, mas devido aos graves ferimentos, não resistiu e morreu.

Segundo o jornal Diário de Santa Maria, Robson e dois primos saíram do baile a pé. A mulher, suspeita do atropelamento parou o veículo do lado do trio. Após conversar com a condutora, Robson foi até a frente do carro. A motorista arrancou com o automóvel e atropelou a vítima.

Mesmo após ser avisada que o homem estava debaixo do veículo, a mulher engatou a marcha ré e passou novamente por cima de Robson. Depois arrancou com veículo mais uma vez e atropelou a vítima pela terceira vez.

“Pelas informações que temos, o fato saiu da área do trânsito, de um homicídio culposo. Foi dolo direto. Ela usou o veículo como arma, o que pode configurar um homicídio qualificado. No meu ponto de vista, afasta o caráter de um acidente. Não foi acidental, não foi sem querer“ afirmou o delegado do caso, Adriano Rossi, para o jornal Diário de Santa Maria.