Aos 74 anos, morre Rubens Ewald Filho, crítico de cinema e comentarista do Oscar - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Aos 74 anos, morre Rubens Ewald Filho, crítico de cinema e comentarista do Oscar

Dono de uma memória cinematográfica vasta e infalível, ele estava internado desde maio, quando desmaiou num shopping em São Paulo

Rubens Ewald Filho na transmissão do Oscar no canal TNT – Foto: Divulgação/TNT

O crítico de cinema Rubens Ewald Filho morreu nesta quarta-feira (19),  aos 74 anos. Ele estava internado no Hospital Samaritano, em Higienópolis, região central de São Paulo, desde maio, quando sofreu um desmaio num shopping da capital e caiu na escada rolante. 

Dono de uma memória cinematográfica vasta e infalível, ele impressionou milhões de telespectadores, ano após ano, durante a transmissão da cerimônia do Oscar , quando enfileirava os nomes de uma infinidade de artistas ligados ao cinema, bem como seus vastos currículos.

Para o público brasileiro, uma das grandes atrações do Oscar, além do resultado em si, era conferir a inesgotável cultura cinematográfica de Rubens por meio de comentários não “apenas” enciclopédicos como marcados por tom pessoal inconfundível – conforme evocado no livro “O Oscar e eu” (2003).

Anotações de cada filme em cadernos

Nascido em Santos, em 1945, Rubens não demorou a se interessar por cinema. Duas revistas o sensibilizaram particularmente: “Filmelândia” e “Cinelândia”. Desde os 11 anos, anotou em cadernos cada filme que viu, escrevendo os títulos e as informações básicas. Transitou por áreas distintas —  Administração e Direito —, enfrentando, em casa, a oposição a seu desejo de trabalhar com cinema, profissão, contudo, que terminou ajudando no sustento familiar.

Além do Oscar, também comentou o Globo de Ouro e o prêmio do Sindicato dos Atores dos EUA.