Refém é liberado em bar e sai com garrafa de cerveja na mão - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Refém é liberado em bar e sai com garrafa de cerveja na mão

Sequestro começou às 15h desta sexta-feira; cinco pessoas já foram liberadas pelo criminoso

Informações Agência Brasil e G1

Foto: Reprodução/TV Globo

O sequestrador que está em um bar na Lapa, no centro do Rio de Janeiro liberou nesta sexta-feira (29), por volta das 20h, o quinto refém, uma mulher. Após cinco horas dois homens permanecem retidos pelo criminoso no interior do estabelecimento, sendo um deles funcionário da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). A informação é do porta-voz da Polícia Militar, coronel Mauro Fliess.

Por volta das 19h, o quarto refém foi liberado pelo sequestrador. O homem, não identificado saiu do bar com uma garrafa de cerveja na mão. Ele foi atendido pelo Corpo de Bombeiros, mas não apresentou nenhum ferimento.


Foto: Reprodução/TV Globo

Uma hora antes Fliess afirmou que a situação estava se aproximando de um desfecho. “A maior dificuldade em situações desse tipo é a imprevisibilidade do tomador de reféns, que tende a alternar momentos de proximidade de se entregar com momentos de agressividade”, disse. “Ele tem melhorado bastante o comportamento. Com o passar do tempo, ele tem se mostrado mais perto de se entregar”.

O sequestro começou por volta das 15h de hoje quando um homem entrou no bar armado com uma faca. A hipótese dos agentes de segurança é que além do facão o sequestrador tenha uma arma de fogo e esteja com material inflamável.

A polícia fechou o perímetro em volta, para facilitar as negociações, e nem os helicópteros das emissoras de televisão puderam ficar sobrevoando o local.

Não se sabe os motivos que levaram o sequestrador a cometer o ato. De acordo com informações de pessoas que trabalham e moram próximo ao bar, o homem seria conhecido das vítimas e mantém um ponto de venda de caipirinha na região. Entre os reféns, estão funcionários da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Em nota, a empresa informa que a direção e os gestores da Regional Rio de Janeiro da empresa estão monitorando a situação de perto e prestando todo o apoio necessário, inclusive jurídico, aos empregados e seus familiares.

Comentários do Facebook