Policial Militar sofre graves queimaduras após tentar salvar homem em Santa Catarina

Segundo a PM, homem tentava atear fogo na casa da ex-companheira e nele mesmo

Foto: Polícia Militar

Um policial militar ficou gravemente ferido, após tentar salvar um homem, que ameaçava atear fogo na casa da ex-companheira e si mesmo, no bairro Jardim Hantschel, em Rio Negrinho, no Norte de Santa Catarina. Segundo a Polícia Militar (PM), o fato aconteceu na terça-feira (10).

Conforme o relato da PM, o homem, em posse de um galão de combustível e com o corpo encharcado em gasolina, ameaçava atear fogo em si. Neste momento, o policial militar segurou o homem, na tentativa de evitar o suicídio e danos na residência.

A PM informou que o homem conseguiu acender um isqueiro e ateou fogo em si. Por ele estar encharcado com gasolina, a propagação do fogo foi rápida. O Policial Militar e o homem sofreram graves queimaduras. Eles foram socorridos por outros policiais que acompanham a ocorrência, até a chegada do Corpo de Bombeiros e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).


Foto: Polícia Militar

As vítimas foram encaminhadas até a Fundação Hospitalar de Rio Negrinho. Devido à gravidade das queimaduras, o policial militar foi transferido com o helicóptero Águia da Polícia Militar para o Hospital Dona Helena, em Joinville, onde receberá atendimento especializado.

Segundo a PM, o homem que ateou fogo em si e no policial Militar, tem passagens por tráfico de drogas, lesão corporal grave, furto, posse de drogas, dano, violência doméstica, roubo e porte ilegal de arma de fogo.