OUÇA AO VIVO

InícioSEGURANÇA PÚBLICAPolícia Civil de Xaxim prende quarto suspeito na segunda fase da "Operação...

Polícia Civil de Xaxim prende quarto suspeito na segunda fase da “Operação Calífora” por homicídio qualificado

Resultou na prisão preventiva de um jovem de 20 anos, suspeito de participação em homicídio consumado qualificado

Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil do Estado de Santa Catarina, por intermédio da Delegacia de Polícia Civil de Xaxim, desencadeou a segunda fase da “Operação Calífora”, resultando na prisão preventiva de um jovem de 20 anos, suspeito de participação nos delitos de homicídio consumado qualificado e organização criminosa.

O desdobramento da operação ocorreu na tarde do dia 29 de janeiro de 2024, com o objetivo de capturar o indivíduo que, segundo investigações, teria sido coautor do homicídio de JACSON PIETRO DE LIMA DOS SANTOS, ocorrido em 3 de janeiro do mesmo ano. O corpo da vítima, então com 15 anos, foi encontrado enterrado em uma área de mata próxima à Rua José Lando, no Bairro Santa Terezinha, em Xaxim.

De acordo com informações apuradas, o suspeito teria sido responsável por agredir fisicamente a vítima momentos antes de sua morte, causada por ferimentos de projéteis de arma de fogo.

- Continua após o anúncio -

A Polícia Civil, após representação pela prisão preventiva, obteve a decretação judicial favorável com respaldo do Ministério Público. O suspeito, localizado no município de Lajeado Grande/SC, não resistiu à prisão.

Após os trâmites legais, o indivíduo foi encaminhado ao Presídio Regional de Chapecó, onde permanecerá à disposição da Justiça. A operação contou com a participação de diversas unidades policiais e apoio de instituições especializadas.

A “Operação Calífora” teve início em 19 de janeiro, com o cumprimento de mandados judiciais e mobilização de efetivos policiais. Dois indivíduos permanecem foragidos.

O nome da operação remete ao gênero das moscas varejeiras, fazendo alusão ao cenário encontrado no local do crime. Nos próximos dias, serão divulgadas mais informações sobre a motivação e demais circunstâncias do homicídio investigado.

Publicidade

Notícias relacionadas

SIGA O CLICRDC

141,000SeguidoresCurtir
71,800SeguidoresSeguir
56,300SeguidoresSeguir
12,500InscritosInscreva-se