OUÇA AO VIVO

InícioSEGURANÇA PÚBLICAPolícia civil cumpre mandado de prisão por abuso e outros crimes no...

Polícia civil cumpre mandado de prisão por abuso e outros crimes no Oeste de SC

Foto: Divulgação PC

Na tarde da última quinta-feira (13) a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Polícia da Comarca de Abelardo Luz (SC), com apoio de Policiais Civis de Clevelândia (PR), cumpriu mandados de busca e apreensão e prisão preventiva expedidos pelo Poder Judiciário local em desfavor de um homem de 47 anos de idade em Inquérito Policial que investiga crimes de estupro de vulnerável contra criança/adolescente, armazenamento de fotografia, vídeo ou outra forma de registro em dispositivo eletrônico que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica, além do crime de ameaça contra mulher no âmbito doméstico de familiar.

A investigação teve início em abril de 2024 quando a Polícia Civil tomou ciência de que o investigado teria abusado de sua enteada (atualmente com 14 anos de idade, sendo que os abusos ocorriam desde os seus 07 anos). Além disso, o suspeito obrigava a vítima a produzir vídeos e fotos íntimas e enviá-lo sob ameaça, mantendo o material ilícito em seu aparelho celular. Além dos depoimentos testemunhais obtidos, juntou-se exame pericial confirmando os abusos sofridos pela vítima.

De modo que, diante dos indícios das referidas infrações penais e sua gravidade, a Polícia Civil de Abelardo Luz, por meio do Delegado de Polícia, representou pela prisão preventiva e busca e apreensão em face do suspeito, sendo a medida deferida pelo Poder Judiciário de Abelardo Luz, após manifestação favorável do Ministério Público, e as ordens judiciais cumpridas nesta data.

- Continua após o anúncio -

O investigado, que reside em um município vizinho no estado do Paraná, foi capturado e preso na data de hoje em Abelardo Luz. Concomitantemente, realizou-se o cumprimento da busca em sua residência no município de Clevelândia. No local, foi apreendida uma peça de roupa íntima que, pelas informações contidas no Inquérito Policial, pertenciam à vítima do abuso. Além disso, fora recolhido o aparelho celular do preso.

Todo o material foi apreendido e será à Polícia Científica para os exames pertinentes cujas provas obtidas irão instruir a investigação em andamento.

A partir de agora, a Polícia Civil possui o prazo de 10 dias para concluir as investigações. Destaca-se que, somadas, as penas dos crimes em apuração podem chegar a 20 anos de reclusão.

Por fim, após os procedimentos de praxe, o preso foi encaminhado ao Presídio onde permanecerá à disposição da justiça.

Publicidade

Notícias relacionadas

SIGA O CLICRDC

146,000SeguidoresCurtir
103,500SeguidoresSeguir
55,600SeguidoresSeguir
12,800InscritosInscreva-se