PF faz operação contra o tráfico internacional de opióide em SC e SP - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

PF faz operação contra o tráfico internacional de opióide em SC e SP

A operação contou com o apoio da polícia do EUA

Foto: PF/Divulgação

Informações PF

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (16) a  Operação “Ampulla”, que busca desarticular uma quadrilha que traficava o opióide Fentanil para os Estados Unidos. A ação contou com o apoio da agência norte americana de combate a drogas (DEA). Conforme a investigação, o material era desviado por funcionários da Santa Casa de Misericórdia em São Paulo ou importado da China. Posteriormente ele era revendido no Brasil e no país norte-americano.  São cumpridos mandados em Santa Catarina e em São Paulo.

Conforme a Polícia Federal, cerca de 40 policiais federais cumprem oito mandados de prisão, sendo três temporárias e cinco preventivas ; e nove mandados de busca e apreensão nas cidades de: São Paulo (SP), Itanhaém (SP), São José (SC), Tijucas (SP) e Florianópolis (SC). Uma das prisões tem como alvo um morador de Florianópolis, que segundo a PF, foi preso recentemente nos EUA suspeito de tráfico de fentanil.

O produto, segundo a PF, é usado junto com drogas como cocaína e heroína para potencializar os efeitos e pode levar a morte.  Na ação realizada nesta terça-feira, serão apreendidos um imóvel comercial –  avaliado em mais de R$ 1,2 milhão, e alguns veículos. Ainda de acordo com a PF, a investigação iniciou a partir da troca de informações entre a agência norte americana DEA e a PF sobre três encomendas, contendo ampolas de Fentanil diluído, enviadas de Florianópolis/SC à cidade de Miami, entre os meses de setembro e outubro do ano passado.

Fentanil

Conforme a PF, o Fentanil começou a ser usado nos anos sessenta como
anestésico intravenoso. É um  opióide  sintético utilizado como medicamento para a dor e que também pode ser usado para a anestesia. Ele tem um rápido início de ação e é entre 50 a 100 vezes mais potente que a morfina.

A PF explica que atualmente, o mau uso do Fentanil se transformou em um grande problema de saúde pública nos Estados Unidos e esta relacionado a um número cada vez maior de mortes, dentre as quais a morte do cantor Prince no ano de 2016.