Osso do tamanho de um dente é retirado de pulmão de bebê no Extremo Oeste de SC - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Osso do tamanho de um dente é retirado de pulmão de bebê no Extremo Oeste de SC

Durante a transferência para o hospital, a criança teve três paradas cardíacas

Informações Rede Peperi

No domingo (9), em Campo Erê, no Extremo Oeste de Santa Catarina, um bebê de 11 meses engasgou e precisou ser transferido pra Curitiba (PR). Nesta quarta-feira (12), os médicos encontraram um osso, do tamanho de um dente dentro do pulmão da criança. O quadro da criança é estável, mas ela precisará de um tratamento de recuperação pulmonar.

Segundo informações da Rede Peperi, a mãe relatou para a secretaria de Saúde que a criança estava no colo, quando começou a se afogar com alguma coisa. A suspeita dela era que o bebê podia ter se afogado com um osso de carne de porco ou um pedaço de carne maior, que estava em cima da mesa. O bebê foi levado para o hospital em Campo Erê (SC) e logo transferido para Pato Branco (PR) na UTI.

Na Policlínica em Pato Branco ainda engasgada com objeto, os médicos fizeram uma traqueostomia para liberar a passagem de ar da criança. No entanto, o objeto estranho acabou indo parar no pulmão do bebê, sendo necessária uma intervenção cirúrgica e a transferência para um centro especializado.



Dois dias depois, a criança conseguiu vaga no Hospital Especializado Infantil em Campo Largo, em Curitiba (PR). O bebê foi levado até a unidade especializada, pelo avião do Samu. Ele levantou voo na tarde da terça-feira (11). A criança teve três paradas cardíacas no momento da transferência, uma a caminho do aeroporto e duas já no avião a caminho de Campo Largo. Porém, foi reanimada e foi hospitalizada no final da tarde na UTI.

Conforme a Rede Peperi, o secretário de Assistência Social de Campo Erê, Ademar Alberton, que acompanha a família disse que o médico fez exames antes de qualquer procedimento e que a criança não precisará de cirurgia. Ainda segundo o secretário, o que obstruiu a traqueia da criança e depois foi para o pulmão, foi um ossinho de carne, do tamanho de um dente. Ele disse que o estado de saúde do bebê é estável, porém devido aos dias em que ficou entubada e pelo osso dentro do pulmão, vai precisar de um tratamento para recuperação pulmonar.

Ela permanece na UTI de Campo Largo, mas deve em breve retornar para Pato Branco (PR), onde seguirá o tratamento.