Operação Argamassa investiga fraudes em licitações em SC - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Operação Argamassa investiga fraudes em licitações em SC

São cumpridos seis mandados de prisão temporária e 22 mandados de busca e apreensão

Imagem ilustrativa – Foto: Arquivo ClicRDC

Na manhã desta terça-feira (10) foi deflagrada a operação “Argamassa”, que apura fraudes em licitações. São cumpridos seis mandados de prisão temporária e 22 mandados de busca e apreensão. O Ministério Público apurou fraudes em cerca de 23 procedimentos licitatórios entre os anos de 2007 a 2018 nas cidades de Balneário Camboriú, Camboriú, Tijucas, Porto Belo, Bombinhas e Biguaçu.

A operação é realizada pela Polícia Civil, por meio da Delegacia de Combate à Corrupção (DECOR/DEIC), em conjunto com o Ministério Público. A ação acontece em Balneário Camboriú, Itapema, Camboriú, Itajaí, Tijucas, Alfredo Wagner, Porto Belo, Bombinhas e Biguaçu.

De acordo com as investigações, um grupo de empresários é suspeito de integrar um pool de empresas constituídas, basicamente, por familiares, que têm o objetivo fraudar processos licitatórios ligados à fabricação de artefatos de cimento para uso na construção civil.

Segundo a Polícia Civil, pelo menos sete empresas são alvos das investigações da DECOR/DEIC. A investigação busca ainda identificar se houve envolvimento de funcionários públicos no esquema, bem como eventual superfaturamento no fornecimento das mercadorias licitadas.