Oeste Catarinense: Polícia prende seis pessoas e fecha seis pontos suspeitos de venda de drogas

Investigação da ‘Operação Martelo’ durou três meses e foi deflagrada em duas cidades do Oeste de SC

Foto: Polícia Civil

Após três meses de investigação e diligências, a Polícia Civil, por meio a Divisão de Investigação Criminal (DIC) de São Miguel do Oeste deflagrou ‘Operação Martelo’, que visou o combate e repressão ao tráfico ilegal de entorpecentes em São Miguel do Oeste e Bandeirantes, no Oeste de Santa Catarina. As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (13).

Segundo a Polícia Civil, seis pessoas, uma mulher e cinco homens foram presos por tráfico de drogas. Outros seis pontos suspeitos de venda de drogas foram fechados pelos policiais.

As investigações foram realizadas pela equipe de policiais civis da DIC e com representações por prisão e buscas formuladas pelo Delegado de Polícia. Em alguns atos de cumprimento de buscas e prisão, a Polícia Militar auxiliou, principalmente com o trabalho dos policiais do K9 (cão farejador).

A Polícia Civil informou que a investigação constatou um comércio intenso de cocaína em diversos bairros de São Miguel do Oeste e a movimentação e associação de traficantes para operarem no narcotráfico na cidade.

Após a conclusão dos trabalhos, houve o indiciamento de quatro pessoas por tráfico e associação para o tráfico. O Inquérito Policial foi aceito pelo Ministério Público e foi ofertada denúncia criminal. Em relação aos demais investigados, os trabalhos de polícia judiciária ainda prosseguem.