Oeste Catarinense: Pais denunciam possível abuso sexual contra criança de quatro anos em escola

O pai relatou o que teria acontecido com o filho dentro da unidade escolar

Foto: Arquivo/Agência Brasil

Nesta terça-feira (18), pais de uma criança, de quatro anos, denunciaram um possível caso de abuso sexual contra o filho, em uma escola de Faxinal dos Guedes, no Oeste de Santa Catarina. Para preservar a identidade do menino, os nomes dos envolvidos não foram divulgados. As informações são do Lance Notícia Faxinal.

Segundo relato do pai da criança, para o Lance Notícias Faxinal, o abuso teria acontecido na sexta-feira (14).



“O meu filho foi no banheiro e encontrou alguns homens que estavam fazendo uma reforma na escola. Na madrugada de sábado o nosso filho comentou que os homens o trancaram no banheiro, mexeram em seu pênis e colocaram na boca. Nós registramos Boletim de Ocorrência chamamos o Conselho Tutelar, levamos ele no hospital e na segunda-feira (17) ele fez o exame no IGP e não foi constatado penetração. Mas, ele tinha uma lesão na boca que pode ter sido em decorrência do ato. Depois, segundo relato do nosso filho, o homem ainda o jogou na parede e ameaçou para que ele não contasse. Como nós conhecemos o nosso filho, percebemos que algo não estava certo. Queremos tornar isso público porque o pessoal continua trabalhando na escola e não sabemos se mais crianças estão passando por isso, mas nosso filho passou”, contou o pai.



Após a denúncia, a Secretaria de Educação de Faxinal dos Guedes se manifestou sobre o assunto. Conforme a assessoria de imprensa, a pasta colabora com a polícia na investigação.   

“A Secretaria da Educação está colaborando com a polícia e já repassou todas as informações necessárias às autoridades competentes. O caso está sendo tratado sob sigilo. De antemão informamos que ninguém, a não ser os estudantes e servidores, tem acesso aos ambientes internos da escola, sendo proibida a entrada para qualquer um não autorizado”, informou a Secretaria de Educação.