“Nudes”: Polícia Civil alerta para golpe virtual no Oeste Catarinense

Segundo polícia, perfis falsos enganam geralmente homens casados de meia idade

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A Delegacia de Polícia de Cunha Porã, no Oeste de Santa Catarina fez um alerta sobre um golpe virtual que tem sido cometido na região. Os criminosos usam perfis falsos e após troca de fotos nuas, os populares “nudes”, eles amaçam e coagem as vítimas para depositar dinheiro em contas, para não divulgarem as imagens. Conforme a Polícia, homens casados de meia idade são as principais vítimas do golpe. As informações foram repassadas pela Polícia Civil nesta quinta-feira (20).

Segundo a Polícia Civil, inicialmente as vítimas recebem solicitações de amizade pelas redes sociais de perfis de jovens atraentes. Pouco depois são realizadas conversas privadas em que os criminosos ganham a confiança das vítimas para em seguida aplicar o golpe.

Os perfis falsos enviam fotografias de jovens nuas ou em poses sensuais e solicitam que a vítima também envie suas fotos nuas. Após receber as imagens, os criminosos entram em contato com a vítima pelo WhatsApp. Eles dizem que são da Polícia ou da Justiça e que foi feito boletim de ocorrência, pois a “dona do perfil”, que enviou as fotos é menor de idade.

Em alguns casos os criminosos chegam a montar boletim de ocorrência ou mandado de prisão falso para dar credibilidade ao golpe e coagir as vítimas a depositar valores em determinada conta para não divulgar as imagens para familiares e amigos ou para não serem processados.

A Polícia Civil orienta a população para que sempre desconfie desse tipo de contato e que nunca se exponha ou envie imagens íntimas pela internet, pois mesmo perfis de pessoas conhecidas podem ter sido invadidos, para serem usados para extorsão virtual.